Conectado por

Plural Saúde

Mundo

Putin diz que agora há oportunidade real para fim da guerra na Síria


Publicado por

em

Vladimir Putin
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse que agora é possível “constatar com segurança que entramos em uma nova etapa, que abre a possibilidade de abordar um processo de regulação política”Alexei Nikolsky/Agência Lusa


Continua após a publicidade

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira (22) que os jihadistas na Síria receberam um golpe decisivo e que agora se abre uma oportunidade real de a guerra no país chegar a um fim.

“Efetivamente, foi dado um golpe decisivo contra os jihadistas e surgiu uma oportunidade real de pôr fim a muitos anos de guerra civil”, afirmou Putin, ao inauguar na cidade de Sochi uma cúpula com os presidentes de Turquia e Irã, Recep Tayyip Erdogan e Hassan Rohani, respectivamente, para impulsionar um processo de paz na Síria.


Continua após a publicidade

O chefe do Kremlin acrescentou que agora é possível “constatar com segurança que entramos em uma nova etapa, que abre a possibilidade de abordar um processo de regulação política”, no início de seu discurso transmitido pela televisão russa.

Putin ressaltou que a esta situação se deu graças à estreita cooperação dos três países no processo de Astana, que permitiu adotar há um ano o cessar-fogo entre o regime sírio de Bashar al Assad e os grupos armados da oposição, respaldada pela Turquia.

“Quero destacar o papel desempenhado pelo presidente da Turquia e o presidente do Irã. Sem sua postura, o processo de Astana não existiria. Não haveria cessação de hostilidades, nem cessar-fogo, nem zonas de redução de tensões”, ressaltou.

Ao mesmo tempo, o anfitrião da cúpula trilateral convidou Erdogan e Rohani a tomarem decisões transcendentais na reunião de hoje para impulsionar um novo processo de paz para a Síria e estabelecer um ambicioso programa de reconstrução do país após mais de seis anos de conflito armado.

“Tenho certeza que hoje tomaremos decisões cruciais”, disse, por sua vez, o presidente turco.

Putin propôs debater durante a cúpula os aspectos organizativos do chamado Congresso dos povos da Síria, um novo formato de negociações que o chefe do Kremlin quer convocar em Sochi.

“Proponho discutir hoje os parâmetros desse fórum. O povo sírio deve decidir por si próprio o seu futuro, pactuar os princípios da sua ordem constitucional. O processo de reformas não será fácil e exigirá compromissos e concessões de todas as partes, inclusive o governo da Síria”, disse.

* É proibida a reprodução total ou parcial desse material. Direitos Reservados

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura