Conectado por

Rondônia, quarta, 28 de setembro de 2022.

Política

Pesquisa irregular que beneficiava Marcos Rocha tem divulgação suspensa pela Justiça


Compartilhe:

Publicado por

em

Covid-19: biblioteca da CAPES contribui para pesquisas sobre o vírus

Conforme a decisão judicial, a pesquisa “contém erros graves” e não apresenta dados obrigatórios 

Saltava aos olhos a incoerência dos dados da pesquisa que colocava o governador Marcos Rocha (União Brasil) liderando a corrida ao governo de Rondônia. Segundo o Real Time Big Data, Rocha tinha 32% das intenções de voto, contra 18% dados a Marcos Rogério, do PL. Nesta quinta-feira (23/06), a Justiça Eleitoral determinou a imediata suspensão da divulgação da pesquisa, por considerá-la irregular e “nociva ao interesse público”.
O juiz eleitoral Edenir Sebastião Albuquerque da Rosa, do Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia, acolheu representação proposta contra o instituto de pesquisa e a Televisão Record S/A, que divulgou os dados. Em sua decisão, o juiz reconheceu que a pesquisa não é confiável, por conter “erros graves, pois não apresenta dados obrigatórios” e determinou a imediata suspensão da divulgação dos resultados, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00 (mil reais), podendo chegar a R$ 100.000,00 (cem mil reais).
 A pesquisa foi produzida “sem a metodologia científica” exigida pela legislação eleitoral. Não apresentou informações sobre os bairros abrangidos ou o nível econômico das pessoas entrevistas. “A ausência desses elementos produz um resultado potencialmente diverso da realidade, prejudicando a formação de opinião dos eleitores acerca da falsa ideia dos índices de aprovação ou rejeição dos candidatos listados”, diz trecho da decisão.

Publicidade

Governo de Rondônia Colégio Sapiens
educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook