Conectado por

Rondônia, sexta, 03 de dezembro de 2021.



G1

Mãe de mulher morta a facadas viaja da Venezuela ao Brasil para buscar neto: ‘era única família que ele tinha’


Compartilhe:

Publicado por

em


Menino está em uma unidade de acolhimento de Ariquemes (RO) desde a última semana. Companheiro da vítima contou, em depoimento, que teria matado Rosmira por causa de ciúmes. Mãe e filho de Rosmira Margarita Hurtado Perez.
Rede Amazônica
A mãe de Rosmira Margarita Hurtado Perez viajou da Venezuela até o Brasil para buscar o neto de 5 anos. O menino está em uma unidade de acolhimento de Ariquemes (RO) desde a última semana, depois que a mãe foi morta a facadas.
De acordo com a polícia, o principal suspeito do crime é o companheiro de Rosmira: Eduardo Vieira Batista, de 35 anos. Após matar a vítima, ele teria abandonado a criança ao lado do corpo ensanguentado da mãe.
Reencontro
Avó reencontra neto após mãe da criança ser vítima de feminicídio em Cacoal
Alfonzina de Los Perez, mãe de Rosmira, chegou ao Brasil na madrugada desta quinta-feira (28) e já pela manhã foi visitar o neto na Casa da Criança São Francisco de Assis. Os abraços no reencontro compartilham a dor da perda.
“A única família que o menino tinha era sua mãe”, conta a avó com lágrimas nos olhos.
A mulher precisou de ajuda de outras pessoas para conseguir pagar a passagem e buscar o neto. Agora ela aguarda os trâmites judiciais para conseguir a guarda da criança.
Conforme a conselheira tutelar, Edna Lopes, como o procedimento foi judicializado, os profissionais vão informar à equipe técnica da Casa da Criança, como também ao judiciário da chegada, para que os procedimentos sejam feitos e assim que possível a criança seja entregue à avó.
Relembre o caso
Rosmira, que tinha 26 anos, foi encontrada morta na quarta-feira (20), em uma residência do Setor 4 em Ariquemes (RO). Ela tinha várias perfurações no corpo, possivelmente causadas por faca. Segundo testemunhas, ao lado do corpo da mãe estava a criança de cinco anos.
O suspeito de cometer o crime, identificado como Eduardo Vieira Batista de 35 anos, e era o companheiro da vítima. Ele foi preso na última terça-feira (26), depois de se entregar espontaneamente na delegacia.
Em depoimento, o suspeito contou que teria matado Rosmira por causa de ciúmes.
VÍDEOS: veja mais notícias de Rondônia

Continua após a publicidade
Colégio Sapiens

Fonte: G1 Rondônia

Publicidade

educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook