Conectado por

Rondônia, terça, 30 de novembro de 2021.



Exame

Bússola Cultural: Semana tem mostra de cinema e mulheres na música


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Colégio Sapiens

#CulturaEmCasa, um ano e meio

A pandemia pegou muita gente de surpresa, menos a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do governo de São Paulo. Um mês depois do anúncio da quarentena, que impôs o isolamento social como principal forma de evitar o contágio pela covid-19, a Secretaria, em parceria com a Organização Social Amigos da Arte, colocou na rede o #CulturaEmCasa, plataforma de streaming e vídeo por demanda que levou para dentro de casa uma programação totalmente virtual de exposições, espetáculos musicais, peças de teatro, viradas culturais, bate-papos, mostra de cinema e muito mais. Dia 21 de outubro, a plataforma completa 18 meses com números superlativos. Foram mais de quatro mil conteúdos, sete milhões de acessos, com visualização em 165 países. Vida longa ao #CulturaEmCasa.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

para acessar toda a programação, acesse o site

Amilton Godoy lança novo CD no Teatro Sérgio Cardoso.Dani Godoy/Divulgação

Amilton Godoy, 80 anos

 

Para comemorar os 80 anos, o pianista Amilton Godoy lança, no Teatro Sérgio Cardoso, seu mais novo CD. O álbum “Amilton Godoy 80 anos”, que mistura gêneros erudito e popular, teve repertório escolhido minuciosamente pelo músico e  traz um apanhado de canções de compositores que estiveram presentes em sua formação e carreira. Cada faixa é a lembrança de um amigo ou do forte imaginário musical que pautaram a trajetória do artista até aqui. Godoy se apresenta acompanhado pelos músicos convidados para este projeto: Edu Ribeiro na bateria, Sidiel Vieira no baixo, Gabriel Grossi na gaita e seu filho Tico d’Godoy no saxofone. O quinteto leva para o palco faixas populares como Frevo rasgado (de Gilberto Gil e Leonardo Ferreira), Rio Vermelho (de Danilo Caymmi, Milton Nascimento e Ronaldo Bastos) e Passarim (de Antônio Carlos Jobim), em contraponto com peças como Pavane Pour Une Infante Défunte (de Maurice Ravel) e Rhapsody in blue (de George Gershwin).

Teatro Sérgio Cardoso; quinta-feira, 28, às 20h, gratuito, ingressos disponíveis pelo Sympla,é necessário apresentar a carteira de vacinação; máscara obrigatória

A realidade dos refugiados em quatro filmes gratuitos no Museu da Imigração Foto: Trecho do filme ’Capitães de Zaatari’Divulgação/Divulgação

Mostra de Cinema

O Museu da Imigração e a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) recebem quatro filmes como parte da 45ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. Totalmente gratuita, a programação a céu aberto terá como foco produções envolvendo a realidade das pessoas que vivenciam o deslocamento forçado e os impactos das violações de direitos humanos em suas vidas. Os materiais serão transmitidos em uma tela de 15 metros com projeção 4k. No intervalo das exibições, os visitantes poderão aproveitar as delícias preparadas por refugiados empreendedores, que vivem em São Paulo em uma praça de alimentação também montada ao ar livre.

dias 22 e 23, às 19h; para para mais informações e aquisição do ingresso (gratuito), acesse o site do Museu da Imigração; obrigatório o uso de máscara e haverá a exigência do comprovante de vacinação

Ainda Plano, de Pedro Levorin no MIS.Divulgação/Divulgação

Nova Fotografia 2021

 

Inovação, criatividade e sensibilidade são as marcas encontradas nos seis trabalhos contemplados pelo projeto Nova Fotografia 2021 do Museu da Imagem e do Som de São Paulo. Metade deles estará exposta a partir de 26 no MIS (SP). Os demais têm estreia prevista para dezembro. Despedida Remota, Luz e Ainda Plano (foto), de Solange Quiroga, João Leoci e Pedro Levorin, respectivamente, são os ensaios escolhidos desta primeira etapa de exposições. Podem ser conferidos até 5 de dezembro, com entrada gratuita, de terça-feira a domingo, das 10h às 18h. O Nova Fotografia seleciona trabalhos de artistas promissores, que se distinguem pela qualidade e inovação.

de 26 de outubro a 5 de dezembro; presencial; de terça a domingo das 10h às 18h, livre, entrada gratuita; Expositivo Térreo – MIS

Penumbra (Panmela Castro) em mostra no Paço das Artes.Divulgação/Divulgação

Mascarados

O Paço das Artes inaugura, em novembro, uma nova exposição que ressignifica a noção de máscara, elemento de cuidado individual e coletivo na vida atual, mas presente em manifestações artísticas e culturais ocidentais e não-ocidentais há séculos. Com curadoria de Mirtes Marins de Oliveira, a mostra conta com trabalhos de Adão Iturrusgarai, Antony Gormley, Efigenia Rolim, Gustavo Von Ha, Gretta Sarfaty, Leonilson, Martha Araújo, Panmela Castro, entre outros.

mais informações no site do Paço das Artes

Coral Jovem do Estado no Theatro São Pedro, 17/09/2021.Roberta Borges./Divulgação

O feminino na música

 

O Coral Jovem do Estado, grupo ligado à Emesp Tom Jobim, faz três apresentações no mês de novembro, com destaque para obras do repertório erudito e popular que buscam as ancestralidades do feminino na música. Sob regência de Tiago Pinheiro e de Marília Vargas, o grupo apresenta o programa “Mater Musica II”, que traz exclusivamente obras de compositoras mulheres. O repertório reúne composições de diferentes períodos. As apresentações contam ainda com a participação das musicistas Sin Ae Lee (piano), Marina Ebbeke (viola caipira), Silvana Scarinci (teorba e alaúde) e Vana Bock (violoncelo).

dias 22 e 23, às 20h, no Theatro São Pedro, e no domingo, 24, às 11h, na Sala São Paulo; no dia 23, às 20h, a apresentação também será transmitida ao vivo gratuitamente pelo canal de YouTube da EMESP Tom Jobim

<br />Foto da mostra ’Viaggio Nell Terra Del Caffeio’ Foto: Acervo do Museu do CaféDivulgação/Divulgação

O café italiano, 100% brasileiro

 

A Embaixada do Brasil em Roma e o Museu do Café apresentam  a exposição “Viaggio Nella Terra Del Caffeio”! Com curadoria desenvolvida pela equipe do patrimônio de Santos, cidade sede do Museu, a mostra tem como fio condutor a relação histórica e contemporânea entre Itália e Brasil, e o café e as suas diversas perspectivas como elementos de conexão. Foi com o ‘ouro verde’ brasileiro, que os italianos transformaram a torra e o preparo da bebida em arte, tornando a nação referência mundial do produto. De maneira idêntica, o agronegócio nacional não seria o mesmo sem os 1,4 milhões de imigrantes originários da Itália, que vieram para cá entre 1870 e 1920 para trabalharem nas fazendas paulistas.

a mostra ficará disponível na Embaixada do Brasil em Roma até 21 de novembro

Trecho do filme “Helen”Divulgação/Divulgação

Roteiros e roteiristas

 

Na vigésima edição do programa Roteiros & Roteiristas, Luísa Guanabara, roteirista e professora dos cursos de roteiro do MIS, recebe André Meirelles Collazzo, diretor e roteirista do filme “Helen” (2020), que teve o roteiro finalista do festival Guiões 2017 (Lisboa). Collazzo é mestre em Estudos Culturais pela Universidade de São Paulo, sócio e diretor de conteúdo da Prosperidade Content, professor de linguagem cinematográfica no curso de pós-graduação em Roteiro para Cinema e Televisão da FAAP e das Oficinas Kinoforum e cocriador do Grupo de Pesquisa em Cinema AP43.

quarta-feira, 27, às 20h, gratuito;  assista no canal do MIS no YouTube

<br />A alemã solista Isabelle Faust se apresenta na Sala São PauloDivulgação/Divulgação

Osesp com mulheres

A Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp) se apresenta na Sala São Paulo sob o comando do estoniano Arvo Volmer e, no violino, a instrumentista alemã Isabelle Faust. O repertório reúne o Concerto Para Violino em Ré Menor, do britânico Benjamin Britten, tendo Isabelle Faust como solista, e a Sinfonia nº 6 em Si Menor, do russo Dmitri Shostakovich. Os concertos fazem parte da série Mulheres na Música, na qual a Osesp celebra a presença das mulheres na música clássica a partir da presença em nossa programação de grandes representantes contemporâneas, como Faust, Gabriela Montero e Marin Alsop, entre outras. A performance de sexta-feira (22/out), às 20h, será transmitida ao vivo direto da Sala São Paulo, no YouTube da Osesp.

dias 21 e 22 às 20h; concerto digital dia 23, sábado, às 16h30; Sala São Paulo; recomendação etária: 7 ano; ingressos: entre R$ 50,00 e R$ 100,00; Bilheteria (INTI)

São Paulo Companhia de Dança representa o Brasil no World Ballet DayDivulgação/Divulgação

Three is a charm

 

A São Paulo Companhia de Dança (SPCD) participou pela terceira vez consecutiva do World Ballet Day, evento virtual de dança que reúne as principais companhias de dança do mundo, como o Australian Ballet e o Ballet do Teatro Bolshoi. A edição de 2021 aconteceu em 19 de outubro e o vídeo está disponível nos canais da SPCD no Facebook e YouTube. A convite do Royal Ballet de Londres, a São Paulo foi a única representante do Brasil no evento global que, este ano, exalta a resiliência dos artistas da dança neste momento tão desafiador para o meio cultural. Durante a apresentação, a Companhia mostrou um pouco de seu cotidiano, apresentando ensaios diretamente da sede, bastidores de grandes produções audiovisuais de dança e o trabalho de uma nova geração de coreógrafos.

São Paulo Companhia de Dança no World Ballet Day; canal da SPCD no YouTube /Página da SPCD no Facebook

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter | Facebook | Youtube

Fonte: Revista Exame

Publicidade

educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook