Conectado por

Rondônia, terça, 30 de novembro de 2021.



Política

Deputado Adelino Follador presta homenagens aos médicos e professores


Compartilhe:

Publicado por

em

Parlamentar ressaltou o trabalho desses dois profissionais, por sua contribuição para a sociedade

O deputado Adelino Follador (DEM) usou a tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão desta terça-feira (19), para prestar homenagens aos médicos e professores, que tiveram dias alusivos comemorados recentemente. Ele também aproveitou para cobrar atenção para mais celeridade nas cirurgias eletivas.

Continua após a publicidade
Colégio Sapiens

Ele abriu a sua fala, ressaltando o dia do professor, comemorado no último dia 15. “Quero manifestar o meu reconhecimento ao professor, que forma todos os profissionais, de todas as áreas. Qualquer pessoa que estudou, que teve sucesso na vida, deve muito ao professor. Parabenizo a todos os professores, com uma missão muito árdua, receber os alunos de volta após a pandemia. Acredito que a retomada no ensino presencial será de superação, de muito trabalho”.

Dia do Médico


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Follador também registrou a sua homenagem aos médicos, pelo seu dia, celebrado no último dia 18. “Nessa pandemia, com tanta insegurança, em termos de remédios, de vacinas, e devemos muito a toda a área da saúde, em especial aos médicos. Parabenizo a todos os médicos de Rondônia e espero que a Secretaria de Saúde traga o PCCS da pasta, para fazer justiça aos médicos e às demais categorias”, detalhou.

Cirurgias eletivas

Follador aproveitou para alertar que é necessário celeridade das cirurgias eletivas na rede estadual de Saúde, que mesmo após ser retomada, ainda não está no ritmo ideal. “É preciso ampliar esse serviço, para reduzir a fila de espera e a grande demanda represada. Que o Governo dê a devida celeridade nesse processo”, explicou.

Ar condicionados

Por fim, o deputado chamou a atenção para a urgência na substituição de aparelhos de ar condicionados no hospital de Ariquemes, que oferece o serviço de hemodiálise. “Os pacientes sofrem com o calor e é preciso trocar quatro aparelhos de ar condicionados na unidade hospitalar e peço que seja resolvido o mais rápido possível”.

Texto: Eranildo Costa Luna-ALE/RO

Foto: Thyago Lorentz-ALE/RO

Publicidade

educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook