Conectado por

Rondônia, terça, 26 de outubro de 2021.



G1

3 dos 4 pacientes com suspeita de botulismo recebem alta hospitalar em Rondônia


Compartilhe:

Publicado por

em

Jovem de 18 anos, uma farmacêutica e um revendedor estavam internados em Ji-Paraná, mas receberam alta após melhora médica. Quarto paciente está internado em Porto Velho. 3 dos 4 pacientes com suspeita de botulismo recebem alta em Ji-Paraná
Três dos quatro pacientes que foram internados com suspeita de botulismo, na última quinta-feira (31), receberam alta do Hospital Municipal de Ji-Paraná (RO), na região central do estado. Já o quarto paciente segue internado no Cemetron em Porto Velho.
Os quatro moradores de Ji-Paraná passaram mal após tomarem café em uma farmácia da cidade, na quinta-feira.
Botulismo: o que é e como evitar a intoxicação alimentar que pode levar à morte
No mesmo dia eles apresentaram vários sinais de paralisa muscular, que é uma das características do botulismo.
Nesta segunda-feira (4), o Hospital Municipal informou que três pacientes receberam alta. São eles: um jovem de 18 anos, uma farmacêutica, de 29, e um revendedor, de 38. Mesmo em casa, médicos do município seguem acompanhando cada caso.
O quarto paciente com suspeita de botulismo, que foi a pessoa que mais ingeriu café na farmácia, segue internado em Porto Velho, para onde foi transferido na sexta-feira (1°). Ele chegou a ficar internado na UTI do Cemetron, mas nesta segunda-feira ele está internado na enfermaria.
Investigação do caso
Nesta terça-feira (5), as amostras de sangue coletadas dos pacientes serão enviadas pela Vigilância Epidemiológica de Ji-Paraná para o Laboratório Central de Porto Velho
As amostras do café ainda estão sendo analisadas, segundo a Vigilância. O objetivo é saber se nelas haviam a bactéria Clostridium botulinum.
O que é botulismo?
O botulismo é um envenenamento raro causado por toxinas produzidas pela bactéria Clostridium botulinum. A toxina botulínica é transmitida principalmente por meio de alimentos mal processados ​​ou com um nível muito baixo de acidez
O botulismo alimentar acontece quando uma pessoa ingere alimento contaminado com a toxina botulínica.
O período de incubação pode variar de 2 horas a 10 dias, com média de 12 a 36 horas. Quanto maior a concentração de toxina no alimento ingerido, menor o período de incubação.
O botulismo pode causar complicações como fraqueza prolongada, mau funcionamento do sistema nervoso e problemas respiratórios agudos.
Os sintomas variam, mas podem incluir dor de cabeça, vertigem, sonolência, dificuldade para respirar, paralisia, dificuldade para engolir, entre outros.
Entre os produtos comumente envolvidos em casos de botulismo, estão as conservas, especialmente as artesanais, como as de palmito e picles; embutidos (salsicha, presunto etc.); pescados defumados, salgados e fermentados, queijos e, mais raramente, produtos enlatados.
Leia também:
Quatro pessoas são internadas com suspeita de botulismo após tomarem café
Família é contaminada por botulismo após consumir milho verde em RO

Continua após a publicidade
Colégio Sapiens

Fonte: G1 Rondônia

Publicidade

GOVERNO DE RONDÔNIA educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook