Conectado por

Rondônia, sexta, 24 de setembro de 2021.



G1

Nível do rio Madeira pode chegar a 1,80 m até o fim de setembro, diz CPRM


Compartilhe:

Publicado por

em


Previsão era que o rio atingisse 2,58 metros apenas em outubro. No entanto, repiquetes nas próximas semanas poderão atenuar o avanço da vazante no rio madeira. Rio Madeira deve atingir cota mínima
Jônatas Boni/G1
O nível do rio Madeira deve se aproximar da cota mínima, de 1,80 metro, até o fim de setembro em Porto Velho. Segundo o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), esse nível crítico pode ser atingido caso haja persistência da vazante no ritmo atual.
Nesta segunda-feira (13), o rio marcava 2,58 metros na região urbana de Porto Velho. A previsão era que o rio atingisse 2,58 metros apenas em outubro.
Segundo boletim, “é provável que o rio se mantenha abaixo da cota de referência de 2,58 metros de modo persistente até o final da estação chuvosa”.
Em agosto, o CPRM divulgou que a seca do rio Madeira em 2021 pode ser uma das piores, caso ocorra um atraso no início da estação chuvosa além de outubro.
Nos próximos 15 dias são esperadas chuvas ao longo da bacia do Madeira, como em Beni e Madre de Dios, e alguns repiquetes nas próximas semanas poderão atenuar o avanço da vazante no rio madeira.
Ainda conforme o CPRM, a previsão hidrológica de intensa seca do rio foi gerada considerando o coeficiente de recessão para vazões, a partir da análise do histórico da estação de Porto Velho.
“As previsões apresentadas no boletim são baseadas em modelos hidrológicos e estão sujeitas às incertezas inerentes aos mesmos. Além disso, as previsões feitas utilizam-se de previsões meteorológicas de outros órgãos”.
Previsão de chuva
Segundo o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), só a partir da 2ª quinzena de setembro o portovelhense vai usufruir de um clima mais ameno, já que existe possibilidade de chuvas com maior regularidade, mesmo sendo o mês de transição entre as estações de seca e chuvosa.

Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Fonte: G1 Rondônia

Publicidade

GOVERNO DE RONDÔNIA educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook