Conectado por

Rondônia, sábado, 18 de setembro de 2021.



Exame

ESG: gestora com destaque no 1º semestre terá fundo para pessoa física


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Em breve, investidores pessoas físicas poderão diversificar sua carteira com ajuda de uma gestora que tem em seu portfólio um fundo ESG que teve o melhor desempenho entre seus concorrentes no primeiro semestre de 2021.

A LAD Capital faz a gestão de dez fundos de investimento em participações (FIPs), que não estão abertos para aportes. Entre eles, está o Brazil Clean Energy, fundo master do FPI Investimento no Exterior FI Multimercado Crédito Privado, que, de janeiro a junho deste ano, teve a melhor performance entre fundos ESG (em português, ambiental, social e governança), segundo um levantamento da Quantum Finance. Mesmo sem fundos destinados a pessoas físicas, por enquanto, a gestora planeja ter um fundo ESG para este público em breve.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

O mercado ESG também pode alavancar sua carreira. Descubra como. 

O valor do ESG

A sigla ESG ganhou muita força no ano passado, devido à pandemia de covid-19. Isso porque as empresas tiveram de demonstrar que possuem alto padrão de governança e sustentabilidade para não sofrerem um impacto econômico ainda maior.

Mas a questão é que nem todas empresas que dizem usar os parâmetros realmente os seguem. “É ‘cult’ falar que você é uma empresa B Corp. Mas, no dia a dia, principalmente para empresas maiores, para criar uma cultura ESG e manter é muito mais difícil”, pontua Luiz Favieri, diretor de riscos e compliance da LAD Capital.

De acordo com o executivo, é nítido que, atualmente, o mercado tem dado mais valor a empresas que seguem essas normas de sustentabilidade. “Hoje, o dinheiro carimbado para empresas que têm o ESG como um código de conduta é alto. Então, tem companhias que falam que são ESG para poder trazer esse capital e tem empresas que de fato têm na sua veia, no seu dia a dia, uma preocupação real com isso”, assegura Favieri. “Mas existe sim uma preocupação principalmente dos grandes investidores para que os ativos obedeçam tais normas”, complementa.

Alinhamento sustentável

Favieri ainda explicou, em partes, o trabalho da LAD Capital. “Um de nossos fundos é o Brazil Clean Energy. Como mexemos com economia real, nós temos uma preocupação grande com temas relacionados a sustentabilidade, investimento sustentável e ESG também”, afirma Favieri.

O mercado ESG também pode alavancar sua carreira. Descubra como.

O fundo trabalha com energia limpa. Segundo Favieri, este é um mercado que está crescendo bastante. “Além da preocupação com a operação em si, tem também a preocupação com alguns outros aspectos para obedecer 100% às normas de governança e de sustentabilidade. A gente procura ter nas nossas empresas e nesse fundo um alinhamento sustentável com os fornecedores”, diz o executivo.

A LAD é uma gestora especializada em distressed assets (“ativos estressados”, numa tradução livre). Isso quer dizer que a empresa assume fundos já montados no mercado que, no entendimento dos gestores da LAD, possuem algum problema que pode ser ocasionado por má administração ou má gestão.

“Procuramos ativos estressados, mas interessantes, bons e que, se forem bem trabalhados, conseguimos direcionar para um capital mais específico, mandatado. Começamos assumindo alguns fundos ‘problemáticos’ do mercado para resolver a situação, fazer a devolução do dinheiro para o cotista e depois o projeto seguir”, explicou Favieri.

A LAD tem por objetivo principal trabalhar com economia real, segundo o diretor de riscos e compliance. “Não temos fundos que trabalham com índices, ações… Temos fundos que trabalham com economia real”, afirma.

Escopo de trabalho da LAD Capital

O escopo das atividades da LAD Capital é a gestão e a administração de carteira de títulos, valores mobiliários, incluindo fundos de investimento, próprios ou de terceiros, diretamente ou por delegação de outros administradores. Ela realiza a gestão de fundos de investimento em participações (FIPs) e está capacitada para o exercício da atividade de gestão discricionária de fundos de investimento e fundos de investimento em cotas, que investem no Brasil.

O fundo de investimento em participações (FIP) é uma comunhão de recursos destinados à aplicação em companhias abertas, fechadas ou sociedades limitadas, em fase de desenvolvimento.

A LAD Capital gere o fundo de investimento em participações em infraestrutura: Brazil Clean Energy, fundo master do FPI Investimento no Exterior FI Multimercado Crédito Privado. Fundos desse padrão destinam-se a receber aplicações exclusivamente de um grupo reservado de investidores qualificados, nos termos da regulamentação vigente, que tenham entre si vínculo familiar, societário ou pertençam ao mesmo grupo econômico.

“O Brazil Clean Energy não é um fundo de ativos estressados. É um fundo com o projeto criado do zero. A performance dele foi boa porque houve uma boa demanda por energia limpa e contratos particulares de fornecimento, então a performance do setor foi excelente. A companhia cresceu bastante, o desempenho do FIP é com base na valorização do valuation da companhia, e isso reflete na cota do fundo”, disse Favieri.

O FIP – Infraestrutura, como é o caso do Brazil Clean Energy, mantém seu patrimônio investido em títulos de emissão de sociedades anônimas, de capital aberto ou fechado, que desenvolvam, respectivamente, novos projetos de infraestrutura ou de produção econômica intensiva em pesquisa, desenvolvimento e inovação nas áreas de energia, transporte, água e saneamento básico, irrigação e outras áreas prioritárias para o Poder Executivo Federal.

Fonte: Revista Exame

Publicidade

GOVERNO DE RONDÔNIA educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook