RONDONIA RO
Conectado por

Rondônia, quinta, 24 de junho de 2021.



G1

Duas pacientes com Covid-19 transferidas de MS para RO tiveram melhora; um homem apresentou piora


Compartilhe:

Publicado por

em


O estado ofereceu 10 leitos aos sul-mato-grossenses. Até o momento, cinco mulheres e quatro homens foram transferidos para Rondônia. Pacientes de Mato Grosso do Sul transferidos para Rondônia
Sesau/Reprodução
Dos nove pacientes graves com Covid-19 vindos de Mato Grosso do Sul para Rondônia na última semana, duas mulheres, de 29 e 52 anos, tiveram melhora significativa do quadro clínico. A informação foi confirmada pelo secretário estadual de saúde, Fernando Máximo, nesta segunda-feira (7).
Elas já têm condições clínicas de saírem das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para a enfermaria, segundo o secretário.
Mas um dos homens teve piora no quadro clínico, ele estava fazendo hemodiálise, teve uma parada cardiorrespiratória, foi reanimado e está em estado grave na UTI. Os outros seis pacientes, todos graves, permanecem na terapia intensiva e estão estáveis.
As transferências de sul-mato-grossenses para outros estados começaram na quarta-feira (2). Rondônia ofereceu 10 leitos de UTI ao governo de Mato Grosso do Sul que está “na situação de um iminente colapso na área da saúde, provocado pelo agravamento da pandemia de Covid-19”.
Além de grande número de infectados e mortes, o estado vizinho registra uma superlotação nos hospitais. Nesta segunda, 1.303 pacientes estão internados, sendo 751 em leitos clínicos e 552 em unidades de terapia intensiva (UTIs). A taxa de ocupação de leitos de UTI para Covid está em 109% no estado.
O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), informou que vai retribuir a ajuda recebida de outros Estados durante a fase mais crítica da pandemia em Rondônia, inclusive de Mato Grosso do Sul, que ofereceu na época 18 vagas de UTIs.
VÍDEOS: veja mais notícias de Rondônia

Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Fonte: G1 Rondônia

Publicidade

Últimas notícias

Facebook