RONDONIA RO
Conectado por

Rondônia, domingo, 16 de maio de 2021.



G1

Suspeito de roubo morre depois de cair de moto durante fuga em Porto Velho


Compartilhe:

Publicado por

em


Testemunha perseguiu os suspeitos de carro após o crime. Durante perseguição, o condutor da moto se desequilibrou e caiu, batendo o rosto no meio fio. Motocicleta utilizada pelos suspeitos durante fuga
Reprodução / WhatsApp
Um homem morreu na última quinta-feira (29) após cair de uma motocicleta e bater a cabeça no meio fio. Ele estava fugindo em uma motocicleta após realizar um assalto em Porto Velho e era perseguido por uma testemunha do crime. Um segundo envolvido no assalto foi preso.
De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar (PM) foi acionada para atender um registro na rua Ceres, no bairro Conceição.
Ao chegar no local, uma testemunha informou que ao retornar do trabalho percebeu uma movimentação em frente a casa dos avós. Ao passar com o carro, um dos suspeitos apontou a arma para ela e depois os dois homens saíram correndo em fuga em uma motocicleta. Com isso, a testemunha decidiu seguir os homens.
Durante a perseguição, os suspeitos estavam em alta velocidade na motocicleta. Em determinado momento, quando o condutor da moto percebeu que estava sendo seguido, se desequilibrou, bateu no meio fio e os dois caíram.
Um dos homens, após a batida, saiu correndo com uma arma na mão. O outro ficou no chão e teve um corte no rosto. A testemunha, para não passar por cima dos suspeitos com o carro, desviou e acabou colidindo com outro veículo que estava parado.
Os policiais prenderam o suspeito que tentou fugir. Com ele foi encontrada uma arma caseira com munição de cartucho 28 intacto. A motocicleta também foi apreendida.
O suspeito que teve a lesão no rosto, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e encaminhado ao Hospital João Paulo II para os primeiros socorros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
Suspeito de roubo morre depois de bater o rosto em meio fio durante fuga em Porto Velho
WhatsApp/ Reprodução
Veja mais notícias de Rondônia

Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Fonte: G1 Rondônia

Publicidade

Mais destaques

Facebook