Conectado por

Rondônia, sábado, 27 de novembro de 2021.



Tecnologia

TIM testa 5G stand alone e atinge maior velocidade já registrada no País


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Colégio Sapiens

Operadora alcançou 1.8 Gbps em conexão com equipamentos de rede comercial; velocidade aferida com o 5G é 100 vezes maior do que a do 4G na rede móvel

A TIM anuncia hoje que alcançou a velocidade de 1.8 Gbps durante testes com equipamentos de rede comercial para operação do 5G SA (stand alone, ou 5G puro), algo inédito no Brasil. A operadora utilizou 100MHz de banda em Release 16 (última versão liberada pelo 3GPP) com a rede da Huawei e o resultado já aponta todo o potencial que virá com a futura tecnologia 5G, que ainda depende da realização do leilão de frequências pela Anatel.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Além de altas velocidades, um importante atrativo do 5G é a baixíssima latência, ou seja, o tempo de resposta que permite, por exemplo, aplicações praticamente em tempo real.  Para Leonardo Capdeville, CTIO da TIM Brasil, o 5G promete habilitar de forma massiva a comunicação entre dispositivos, impulsionando a Indústria 4.0 e novos negócios com a Internet das Coisas, assim como promete revolucionar diversos setores, como Saúde, Educação, Agronegócio, Logística e Segurança, entre tantos outros. “Estamos muito felizes em alcançar essa marca histórica nos nossos laboratórios já com o teste do 5G no padrão stand alone, que é fundamental para o desenvolvimento da tecnologia no Brasil e a competição no mercado”.

 Líder na cobertura 4G e na implantação de testes 5G no Brasil, a TIM possui uma série de projetos-piloto com a tecnologia em parceria com hubs de empreendedorismo e instituições de ensino. A operadora também expandiu sua rede 5G DSS pelo país para oferecer uma nova experiência aos seus clientes, que evoluirá com a chegada da rede de quinta geração. O DSS (Dynamic Spectrum Sharing, ou Compartilhamento Dinâmico de Espectro) é uma funcionalidade que utiliza as frequências atuais da rede 4G.

Publicidade

educamaisbrasil educamaisbrasil

Últimas notícias

Facebook