RONDONIA RO
Conectado por

Rondônia, sexta, 16 de abril de 2021.



Exame

BTG retira ação da Petrobras de carteira recomendada para abril


Compartilhe:

Publicado por

em


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

O BTG Pactual digital divulgou nesta quinta-feira, 1º, seu relatório com recomendação de ações para o mês de abril. A novidade do mês é a saída da ação preferencial da Petrobras (PRT4) da carteira — até então com peso de 10% —, que foi substituída pela siderúrgica Gerdau (GGBR4), também com 10% de peso.

O relatório aponta que a Gerdau combina um forte crescimento de receita, baixa alavancagem e se beneficia de um mercado imobiliário local em recuperação. Além disso, ressalta que as operações da empresa nos Estados Unidos (38% das vendas) podem ganhar com investimentos consideráveis em infraestrutura no país.

Já a saída da Petrobras acontece porque os estrategistas afirmam ter pouca visibilidade do que vai acontecer com a empresa sob nova gestão. Ainda é incerto se a companhia dará continuidade ao plano de comercialização de 50% de sua capacidade de refino e à nova política de preços da gasolina e do diesel.

Veja a composição completa da carteira e acompanhe as recomendações dos analistas do maior banco de investimentos da América Latina. Abra sua conta no BTG.

Alterações na carteira de ações

 

Os estrategistas do BTG apontam que, devido aos riscos no país e à recuperação econômica global esperada, decidiram manter a exposição a empresas que se beneficiam diretamente do cenário positivo internacionalmente. Mesmo com valuations mais atraentes, a situação fiscal do país, a crise na saúde e as tensões políticas preocupam. Os investidores estrangeiros sacaram 7 bilhões de reais das ações brasileiras em fevereiro e mais 5 bilhões de reais em março.

Para manter a exposição à economia global, a carteira mantém Vale (VALE3) e Suzano (SUZB3). Junto da Petrobras (PRT4), saem Cyrela (CYRE3) e Lojas Americanas (LAME4) do portfólio. Além da Gerdau (GGBR4), entram Cosan (CSAN3) e Locaweb (LWSA3), cada uma com 10% de peso na carteira.

Os analistas do banco afirmam que enxergam a Cosan bem posicionada para embarcar em um novo ciclo de crescimento com oportunidades em diferentes setores, apoiada por uma capacidade superior de alocação de capital. Já para a Locaweb, eles avaliam que oportunidades de fusões e aquisições podem funcionar como um gatilho nas ações neste mês, que despencaram 21% em março — apesar dos fortes resultados operacionais.

A carteira do BTG tem como objetivo capturar as melhores oportunidades e performances do mercado de ações. O processo de seleção dos dez ativos ao mês é feito pelo time de estrategistas de Research do BTG, sem considerar necessariamente índices de referência ou liquidez.

 

Fonte: Revista Exame