Conectado por

Plural Saúde

Exame

Pandemia sem kakocracia


Publicado por

em


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Kakocracia é uma designação para governo ruim. É tudo que se deve evitar numa epidemia, até porque a rima é um tanto quanto pobre. Até por isso, o elogio da qualidade positiva deve ser ressaltado quando nos deparamos com ela em estado bruto.

A renovação das presidências do Congresso foi contaminada pela leitura de que, se o governo ganhou, o resultado era ruim para o país. Até agora, vai se dando o contrário.


Continua após a publicidade

A maré pode mudar, e muitas vezes isso inibe a possibilidade do reconhecimento das atitudes de homens públicos. Mas é preciso reconhecer que, diante do risco de uma grave crise institucional, os novos presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), atuaram para diminuir as tensões entre os Poderes. Passaram no primeiro teste.

Em outros tempos, a crise teria escalado as torres dos anexos do Palácio do Congresso antes de cair, puxando lideranças para o subsolo da política. Não foi o que aconteceu.

Sem frases de efeito, Arthur Lira gastou saliva nos bastidores com o Judiciário e com o Executivo. Ouviu muito e ficou rouco de tanto silenciar em público. A temperatura caiu. Ainda é preciso andar muito para colocar o Brasil nos trilhos. Não piorar já é algo.

O destino do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) não importa. Ele cometeu uma kakonomia. Importa o futuro do país, ainda mais com a pandemia e com a urgência em votar projetos essenciais para o destino do povo e da economia.

*Analista político da FSB Comunicação

Siga Bússola nas redes:  InstagramLinkedin  | Twitter  |   Facebook   |  Youtube 

Fonte: Revista Exame

Comentários do Facebook - Comente

Publicidade

Mais destaques

Facebook