Conectado por

Plural Saúde

G1

Ambulantes que vendem no Espaço Alternativo serão regulamentados pela Prefeitura de Porto Velho


Publicado por

em


Calçadas, pista central e região do estacionamento serão disponibilizadas para atuação de ambulantes. Venda de alimentos e instalação de brinquedos terão locais estabelecidos. Vendedor no Espaço Alternativo em Porto Velho
Semusb/Reprodução
Os mais de 90 ambulantes autorizados a atuar no Espaço Alternativo, na Av. Jorge Teixeira, em Porto Velho, terão suas atividades regulamentadas pela Prefeitura de Porto Velho. Além disso, a prefeitura informou em nota que obras de infraestrutura serão feitas para abrigar os profissionais que atuam no local.
O projeto, de responsabilidade da Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb), atende os profissionais que trabalham com a instalação de brinquedos e venda de alimentos de consumo imediato.
De acordo com a Semusb, as calçadas e a pista central serão disponibilizadas. Esses locais vão comportar, inicialmente, oito vagas que, por sua vez, podem alocar até três ambulantes cada, totalizando 24 profissionais com o devido distanciamento, para evitar aglomerações.
Além das calçadas, a região do estacionamento também será disponibilizada. Nela, serão atendidos os demais profissionais que foram previamente cadastrados em 2018.
O que pode ser comercializado?
No canteiro central:
Ambulantes que instalam brinquedos, como camas elásticas e afins;
Calçada e pista principal:
Ambulantes que comercializam alimentos para consumo imediato, como pipocas, algodão-doce e sorvetes;
Área de alimentação
Na área de alimentação ainda não há restrição de comércio. A única exceção será para vendedores de espetinho, que terão a coifa padronizada.
Atuação na pandemia
A Semusb lembra que o consumo de alimentos não imediatos está proibido na pista central do Espaço Alternativo.
Atualmente, segundo a secretaria, não existe proibição para o comércio de ambulantes, mas há fiscalização no local para garantir o cumprimento dos protocolos de saúde, como distanciamento social e uso de máscaras.
Veja mais vídeos do G1 Rondônia

Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente