Conectado por

Plural Saúde

Agronegócio

Governo entrega caminhão criogênico para contribuir com o desenvolvimento genético do gado leiteiro de Rondônia


Publicado por

em


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Dentre os mais de 200 itens, entre veículos e equipamentos repassados pelo Governo de Rondônia à Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RO) para o fortalecimento das ações voltadas para a agricultura familiar de Rondônia, um será de grande importância para o segmento leiteiro. O caminhão criogênico, entregue na segunda-feira (16) será essencial para o desenvolvimento e melhoramento genético da pecuária leiteira no Estado.

Leia também: Ministério da Saúde projeta nova remessa de vacinas contra a Covid-19 para Rondônia, a partir do dia 23


Continua após a publicidade

No início do ano passado, as duas usinas de produção de nitrogênio líquido que encontravam-se com as atividades paralisadas há mais de dois anos, foram recuperadas dando um novo alento aos produtores de leite. O produto, que era adquirido de forma particular, passou a ser obtido a um custo bem mais baixo e ainda assim, havia o problema do frete, que dificultava o transporte. A aquisição do caminhão criogênico deve facilitar o abastecimento de nitrogênio nos municípios rondonienses.


Continua após a publicidade

O nitrogênio mantém os sêmens e embriões armazenados em botijas resfriadas a uma temperatura abaixo de 180 graus negativos

O nitrogênio líquido é essencial para a implementação do projeto de melhoramento genético rebanho de Rondônia, por meio de inseminação artificial ou reprodução in vitro, pois mantém os sêmens e embriões armazenados em botijas resfriadas a uma temperatura de 180 graus negativos, preservando a qualidade do produto.

Com essa ação, o Poder Executivo pretende manter a posição de Rondônia como o maior produtor de leite da região norte e melhorar ainda mais a posição no ranking nacional, onde o Estado se destaca como o quarto exportador de carne bovina do país.

O caminhão criogênico, foi adquirido com recursos do fundo do Programa de Desenvolvimento da Pecuária Leiteira do Estado de Rondônia (Proleite), no valor de R$ 257.825,00 (Duzentos e cinquenta e sete mil, oitocentos e vinte e cinco reais). Tem capacidade de armazenagem de 1.250 litros de nitrogênio e, segundo o diretor-técnico da Emater, Anderson Khül, “vai atender 1.884 produtores rurais cadastrados no Proleite, por intermédio do projeto Inseminar da Emater, via Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), e agricultores familiares que atuam no segmento leiteiro.”

Anderson salienta ainda, que para os produtores cadastrados no projeto Inseminar, o nitrogênio será repassado a um custo de R$ 6, o litro, enquanto que para os produtores não cadastrados, o valor será de R$ 10. A proposta é fazer com que esses produtores busquem desenvolver o melhoramento genético do rebanho bovino leiteiro e aumentar a produção de leite em Rondônia.

O diretor-técnico da Emater, explica que o caminhão vai transportar o nitrogênio para os 52 municípios do Estado, utilizando, neste primeiro momento, a estrutura de seus Escritórios Regionais e de alguns escritórios locais fora do eixo da rodovia BR-364. Para isso, já conta com a parceria das prefeituras de Buritis e Machadinho do Oeste, que vão retirar o produto no Centro de Treinamento da Emater(Centrer), em Ouro Preto do Oeste. “Em breve cada unidade da Emater terá o calendário do dia em que o caminhão passará pela sua região”, finaliza Anderson Khül, salientando que os produtores devem levar as botijas até a sede do escritório mais próximo de sua unidade produtiva, conforme será pré-determinado.

Comentários do Facebook - Comente