Conectado por

Plural Saúde

G1

Mais de 23 km de vias para ciclismo já foram instalados em Porto Velho


Publicado por

em


Instalações fazem parte do complexo cicloviário da prefeitura. Segundo a Semtran, o complexo vai fazer ligação do espaço alternativo até o skate park Cerca de 23, 2 km de vias para ciclismo já foram instaladas em Porto Velho, através do Complexo Cicloviário da prefeitura da capital. De acordo com a Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), o complexo fará a ligação do espaço alternativo, na zona norte até o skate park, na zona leste. Até o momento, Porto Velho possui 7,5 km de ciclofaixas, 13,4 km de ciclovias e 2,3 km de ciclorrotas.
Ciclorrota na Av. Lauro Sodré em Porto Velho
Beatriz Galvão/G1
Embora as áreas de ciclismo estejam sinalizadas, há diferenças entre as três áreas de circulação de bicicletas. É preciso se atentar aos conceitos para que sejam respeitados e seguidos conforme o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).
Ciclovia: É o espaço separado e exclusivo para o uso contínuo do ciclista, podendo ter sentido unidirecional (seguindo o sentido da via), ou bidirecional (com duplo sentido de circulação). Em Porto Velho, a ciclovia pode ser encontrada em uma via na calçada do Espaço Alternativo, nas estradas do Santo Antônio e Treze de Setembro e nas avenidas José Vieira Caúla e Mamoré. Ela oferece mais segurança para o ciclista, já que mantém o distanciamento físico do tráfego de veículos.
Ciclofaixa: Como o nome já diz, é uma faixa na própria rua ou avenida que limita o espaço destinado aos ciclistas do trânsito em geral. Na capital, ela é encontrada nas ruas e retornos em frente ao Aeroporto Jorge Teixeira, na rua Da Beira e na rua Cipriano Gurgel.
Ciclorrota: É a rota sinalizada que indica o trajeto mais seguro para quem anda de bike. Há apenas uma ciclorrota em Porto Velho e está localizada na Avenida Lauro Sodré.
Travessia: Além dos demais espaços de circulação de bicicletas, o trajeto funciona como uma “faixa de travessia” em que o motorista deve dar preferência ao ciclista. Na capital, ela é sinalizada por uma faixa vermelha pintada na rua e está localizada na área entre o espaço alternativo e o aeroporto.
Complexo Cicloviário
A instalação das ciclorrotas, ciclovias e ciclofaixas em Porto Velho fazem parte do “Complexo Cicloviário” da Prefeitura da capital, executado com o objetivo de proporcionar mais segurança aos condutores de bicicleta e pedestres, bem como melhorar a fluidez no trânsito do município.
“Isso é só o início do nosso complexo que vai se estender, fazendo a ligação do espaço alternativo até o parque da cidade e posterior até o skate park”, explicou o assessor técnico de sinalização da Semtran.
Além da implantação desses espaços de circulação de ciclismo, o Complexo Cicloviário também trouxe mudanças para vias que já existiam na cidade.
Para quem sai da Zona Leste rumo ao Centro de Porto Velho, pode ter percebido que a Avenida Raimundo Cantuária perdeu a ciclofaixa que tinha há anos. Segundo João Luiz, essa retirada faz parte do projeto.
“Os projetos estão em trâmites internos ainda. Virão novas ciclovias para fazer a ligação em vários pontos chaves da cidade de Porto Velho, trazendo a segurança para o ciclista e também para os condutores que terão cada um seu espaço delimitado conforme as sinalizações forem acontecendo”, explicou.
Veja mais vídeos do G1 Rondônia

Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente

Publicidade

Mais destaques

Facebook