Conectado por

Plural Saúde

Agronegócio

Startup destaca crescimento de Rondônia no agronegócio durante 2020


Publicado por

em


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Fonte: Pixabay


Continua após a publicidade

Os últimos 12 meses foram marcados por uma forte crise financeira no Brasil. Entretanto, alguns setores conseguiram escapar dos problemas e apresentaram algum crescimento econômico. É o caso do agronegócio, que conseguiu fechar 2020 com um balanço positivo em várias regiões, inclusive em Rondônia. Os dados foram coletados e divulgados pela Arpac, uma startup voltada para os serviços agrícolas e que prova a importância das tecnologias no campo.

A empresa criada em 2015, e com sede no Rio Grande do Sul, ganhou destaque por utilizar drones nas plantações e pastos dos agricultores. Os dispositivos ficam responsáveis por monitorar, catalogar e até mesmo cuidar desses locais. Segundo a própria empresa, a pulverização em grandes áreas utilizando os drones reduz os custos em até 50%, o que garante uma boa economia.


Continua após a publicidade

Durante o ano passado, a Arpac conseguiu se expandir no mercado brasileiro e mostrou que o agronegócio fechou dezembro com um balanço positivo. Além de sobrevoar mais de 100 mil hectares com os drones, a empresa também recebeu mais de R$ 1 milhão em investimento nos últimos meses. Uma parte desse capital veio de empresas localizadas em Rondônia, que foi uma das principais regiões que aumentou a demanda por essa tecnologia. Um sinal de que o setor conseguiu bons resultados em 2020.

Esse crescimento da Arpac no agronegócio, principalmente em um ano de crise, mostra como as novas tecnologias podem causar um impacto positivo no setor. As startups estão transformando a agropecuária e oferecendo alternativas para os agricultores, que investem cada vez mais nessas novas empresas. Em outubro do ano passado, por exemplo, Rondônia realizou um desafio de startups em busca de soluções tecnológicas no agronegócio. A competição aconteceu durante o evento virtual Ideas for Milk.

Espaço para tecnologia

A ideia de realizar desafios entre startups é algo tradicional neste setor, e que costuma incentivar essas empresas a apresentarem propostas cada vez mais inovadoras. É uma atividade tão importante que, recentemente, o país lançou o XTC Brasil, que promete promover diversos desafios de startups por aqui. O projeto é uma parceria entre a plataforma StartSe e a Extreme Tech Challenge (XTC), que é a empresa responsável por organizar os maiores desafios de startups do mundo.

Essa busca pelo melhor serviço possível, e também do mais inovador, é quase uma regra no mercado de tecnologia. Seja no agronegócio ou até mesmo no entretenimento digital, a disputa para se colocar entre os melhores é o que incentiva alguns desses novos empreendimentos. É o caso, por exemplo, das redes sociais, seja o Instagram ou o TikTok, que buscam cada vez mais ferramentas inovadoras para ficarem com o título de melhor mídia digital disponível para os usuários. Isso também acontece com os jogos digitais, principalmente nos cassinos online. A lista do site Casinos.pt mostra que as plataformas costumam oferecer bônus de boas-vindas, variedade de jogos, diferentes formas de pagamento e segurança para conseguirem se destacar entre as mais bem avaliadas. Essa competição saudável acaba por ajudar os apostadores, que ganham mais opções. O mesmo pensamento pode ser usado para outros setores, como o streaming de filmes na disputa recente entre a Netflix e a Amazon.

Agronegócio em 2021

Com a ajuda dessas ferramentas, e também por outros motivos, o agronegócio conseguiu fechar 2020 com o PIB disparando para os 9%. Entretanto, o próximo passo é planejar de forma efetiva o ano de 2021, em que algumas projeções apontam para um crescimento menor, ficando na casa dos 3%. Trabalhar pensando nessa porcentagem será importante para entender o futuro do agronegócio.

O estado de Rondônia não fica de fora desse planejamento, pois é uma região que depende bastante desse setor na economia local. Ou seja, os bons números do ano passado não vão se repetir, mas isso não significa nada ruim. O crescimento de 3% ainda é um bom número, e que pode aumentar conforme os meses vão passando. As novas tecnologias vão ter um papel ainda mais importante nesse período.

A análise divulgada pela startup Arpac mostra como o agronegócio conseguiu boas notícias no ano passado. Essas novas tecnologias estão se transformando em ferramentas importantes, e que podem render bem até durante uma crise financeira do país. Rondônia também merece algum destaque, pois foi um dos estados que mais teve demanda pelos drones da empresa. Assim, podemos ter um olhar otimista para este mercado no futuro, seja por aqui ou em todo país.

Publicidade

Mais destaques

Facebook