Conectado por

Plural Saúde

G1

Quatro ocorrências de estelionato são registradas em Jaru, RO, em menos de dois dias


Publicado por

em

Ao todo, as vítimas perderam cerca de R$ 21 mil. Dois casos envolvem a compra de motocicletas que foram anunciadas pela internet. Novas vitimas de golpes virtuais em Jaru
Quatro ocorrências de estelionato foram registradas em Jaru (RO) entre os dias 5 e 6 de janeiro. Em um dos casos uma senhora caiu um golpe de um falso empréstimo, em outro um homem foi enganado por uma pessoa que se passava pela irmã e em dois casos pessoas foram enganadas durante a compra de motocicletas.
Ao todo, as vítimas perderam cerca de R$ 21 mil.
Empréstimo
Um dos casos, registrado na manhã da terça-feira (5), foi de um golpe sofrido pela vítima, uma idosa de 60 anos, no final de dezembro. Ela contou aos policiais que recebeu uma ligação em que uma mulher se identificava como funcionária de uma empresa terceirizada de um banco. A funcionária teria oferecido um empréstimo com juros atrativos e, após a negociação do mesmo, informado que era necessário o depósito de R$ 690 para a liberação do empréstimo.
Dias depois, um homem ligou para a idosa, também se dizendo funcionário da empresa, alegando que era necessário que ela fizesse um seguro de vida no valor de R$ 1 mil para a liberação do empréstimo. Algum tempo depois, o homem voltou a ligar dizendo que era necessário o depósito de mais R$ 800 para que o desbloqueio do valor negociado. Nesse momento, a vítima parou de realizar os depósitos, por imaginar estar sendo vítima de um golpe, e acionou a polícia.
A idosa procurou atendimento no banco da cidade e foi informada que diversas pessoas já haviam caído nesse tipo de golpe.
WhatsApp
No segundo caso, registrado poucas horas depois, um idoso de 61 anos informou à Polícia que havia recebido mensagens pelo WhatsApp de sua irmã pedindo dinheiro urgente para realizar o pagamento. A vítima realizou duas transferências, totalizando quase R$ 12 mil. Após enviar o dinheiro, o homem ficou sabendo que a sua irmã teve o WhatsApp clonado e que uma outra pessoa estaria se passando por ela.
Compra de moto
No terceiro caso, registrado ainda na tarde do dia 5, um homem de 42 anos contou que viu o anúncio de venda de uma motocicleta no Facebook, entrou em contato com o vendedor e foi informado do endereço onde estava o veículo, e que uma outra pessoa estaria lá para mostrar a moto.
A vítima foi até o local e informou o vendedor que tinha interesse em comprar a motocicleta. Ele depositou R$ 1.350 na conta informada pelo suposto vendedor, mas quando voltou para pegar o veículo foi informado de que não poderia levar a moto pois o dono não havia recebido qualquer quantia referente a negociação.
Compra de moto 2
No início da noite da quarta-feira (6) a Polícia Militar foi atender uma ocorrência no Setor 5 em Jaru. Lá, um homem, morador de Ariquemes, disse ter visto o anúncio de uma motocicleta no Facebook e que, por ter se interessado pelo veículo, Viajou até Jaru. Após ter visto e conduzido a moto, o homem fechou o negócio e pagou R$ 6 mil em uma conta informada por um interlocutor, que ajudava na negociação. O dono da moto informou que não conhecia o interlocutor.
Todos os casos são investigados como estelionato/fraude pela Polícia Civil de Jaru.
Veja mais notícias do G1 Rondônia

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente

Publicidade

Mais destaques

Facebook