Giardinni SBS
Conectado por

Plural Saúde

Nacional

Sociedade de Cirurgia Plástica alerta sobre fake news nas redes sociais e resultados milagrosos


Publicado por

em

Cirurgião Plástico esclarece sobre os perigos destas propagandas enganosas que podem acarretar em forte frustração de pacientes e arrependimento pós-cirúrgico

Continua após a publicidade

A SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) lançou uma campanha em seu site oficial para alertar a população sobre os riscos de fake news e propagandas enganosas de cirurgias plásticas divulgadas nas redes sociais.

Intitulada “Cirurgia Plástica: não existe milagre. Existe estudo, técnica e especialização!”, o objetivo da campanha é reforçar a necessidade de procurar profissionais qualificados na hora de realizar cirurgias plásticas e procedimentos invasivos.


Continua após a publicidade

De acordo com a SBCP, frequentemente são encontrados resultados “milagrosos” de fotos de antes e depois nas redes sociais. E para a sociedade, é preciso ter muito cuidado, uma vez que são usados diversos artifícios de manipulação de imagens como luz, maquiagem, mudanças de ângulo e programas gráficos.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

A campanha da instituição divulgou uma série de imagens mostrando como elas podem ser manipuladas. Além disso, conta com vídeos informativos com entrevistas de cirurgiões relatando os riscos dos procedimentos estéticos e o que pode ser feito para minimizá-los. E há também diversos posts nas redes sociais para ampliar a divulgação.

Segundo o Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica com mais de 20 anos de experiência, Dr. Alan Landecker, o alerta é válido também para as pessoas que recorrem às cirurgias inspirando-se na beleza de celebridades. “Basta pensar que as atrizes, modelos e digital influencers possuem imperfeições como todos e que há enorme diferença entre o que é visto offline e suas versões postadas nas redes sociais, onde o photoshop, em sua maioria, impera”, afirma.


Continua após a publicidade

Sem este entendimento, o  que acontece é que após a realização de cirurgias plásticas, os resultados causam arrependimento e frustração. Reações como estas são mais comuns do que se imagina. Para Landecker, antes de recorrer a qualquer procedimento estético, é essencial que o paciente tenha certeza do que quer,  não opte pelo procedimento por impulso, entenda que é um faturamento alto e conheça todo o procedimento que será submetido, desde a consulta pré-operatória até a recuperação plena. Ele ainda revela que o paciente precisa fazer a si mesmo as cinco perguntas:

 

✔ Alinhei as minhas expectativas com o cirurgião plástico?

✔ Tenho referências confiáveis da clínica que escolhi?

✔ Meu cirurgião plástico é especialista? Como está o seu estado de atuação e seu registro no site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP)?

✔ Estou ciente de como será a cirurgia e o pós-operatório?

Dr. Alan Landecker, Cirurgião Plástico – Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS) e da (Sociedade Internacional de Rinoplastia) com cerca de 20 anos de experiência. É formado em medicina e cirurgia geral pela Universidade de São Paulo (FMUSP) CRM-SP 87043 e em Cirurgia Plástica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e Clínica Ivo Pintanguy. Especialista em rinoplastia estruturada primária e secundária (Rhinoplasty Fellow) pela University of Texas Southwestern em Dallas, Texas, EUA, sob o Dr. Jack P. Gunter. É precursor da Rinoplastia Balanceada que tem por base utilizar a técnica inovadora de piezoelétrica (ultrasônica) aliada às técnicas cirúrgicas de rinoplastia estruturada e preservadora com o objetivo de realizar uma cirurgia capaz de oferecer o máximo de previsibilidade, com o menor trauma cirúrgico possível e minimizar as chances de complicações, além de facilitar eventuais reoperações. www.landecker.com.br
Instagram: @drlandecker
Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook