Giardinni SBS
Conectado por

Plural Saúde

G1

Homem em ‘alucinação’ leva mordida de cão, corre por telhados de casas, aponta arma à PM e morre após ser baleado


Publicado por

em


Caso aconteceu no Setor 11 de Ariquemes (RO); suspeito estaria sob efeito de droga. Moradores afirmam ter ouvido estrondos e alguém correndo no telhado. Um homem de 33 anos morreu no hospital de Ariquemes (RO) logo depois de ser baleado por uma guarnição da Polícia Militar (PM), neste fim de semana. Segundo a corporação, o suspeito estava ‘alucinado’ e ameaçou atirar contra um dos policiais.
A ocorrência do caso iniciou em uma lanchonete da Rua Ricardo Cantanhede, Setor 11 da cidade, após o suspeito arremessar um objeto contra a viatura policial e invadir uma casa. A partir daí o homem começou a pular muros de casa em casa, a fim de escapar dos policiais.
“No decorrer da ação, moradores da quadra (perímetro em que estava o agente) vieram informar aos policiais que estavam ouvindo barulhos e estrondos de alguém correndo pelos telhados das casas”, narra a guarnição em boletim.
Minutos depois, uma moradora abordou a PM e contou que um rapaz, de ânimos alterados, tentou entrar em sua residência, porém seu cão impediu a ação e ainda abocanhou a perna do suspeito.
Mesmo ferido pelo cachorro, segundo a PM, o suspeito continuou pulando muros de casas e parou em um imóvel vazio, que estava com os portões trancados (com cadeados do lado externo).
“Desse modo, a averiguação somente seria possível ao transpassar o muro lateral, por onde agente acessou a casa. O policial transpassou o muro e, ao estar completando a descida do muro, veio a se deparar com o agente do fato, agachado entre o muro e a parede da casa, com suas costas voltadas para o muro. Nesse momento foi iniciada a verbalização por comando, emitindo ordens para que o agente se levantasse e colocasse as mãos para trás”, diz o boletim da PM.
O homem não obedeceu o comando e, ao virar de repente e ficar de frente para o policial, segurou uma arma e apontou na direção do PM. A suspeita é que o homem estava sob efeito de algum psicotrópico (droga que age no sistema nervoso).
“Desse modo, não havendo alternativa, o policial efetuou dois disparos contra o agente [suspeito], a fim de neutralizar a injusta agressão que poderia vir a ceifar a vida do policial”, afirma a polícia.
Após ser atingido pelos dois disparos, o suspeito caiu ferido no solo e o policial então afastou a arma das mãos dele (uma garrucha calibre .36) e a apreendeu. O SAMU foi chamado ao endereço, na Rua Heitor Vilas Lobos, e levou o homem até o Hospital Regional de Ariquemes.
Garrucha que suspeito usou e apontou para PM
Reprodução/WhatsApp
Porém, enquanto a PM registrava a ocorrência do caso, os policiais foram informados que o suspeito havia ido a óbito no hospital.
A Polícia Militar diz que o suspeito morto foi identificado como Edinaldo Honório Torres. Contra ele havia uma extensa ficha policial, incluindo porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas, posse de entorpecentes, entre outros crimes.
Colaborou: Rinaldo Moreira, da Rede Amazônica em Rondônia.
Veja mais notícias de Rondônia:

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook