educamais
Conectado por

Plural Saúde

G1

PM baleado com tiro de fuzil em fazenda segue na UTI e família pede doação de sangue, em RO


Publicado por

em


Fredson Amorim Ferraz foi baleado no abdômen último fim de semana em Porto Velho. Tenente precisa de sangue O+. Tenente da PM Fredson Amorim Ferraz segue internado em Porto Velho
Facebook/Reprodução
O tenente Fredson Amorim Ferraz, da Polícia Militar (PM), segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital João Paulo II em Porto Velho. O policial foi baleado no abdômen por um tiro de fuzil, no último sábado (3), em uma fazenda de Nova Mutum.
Depois de ser baleado, Ferraz foi socorrido às pressas para o Hospital João Paulo II e submetido a uma cirurgia. Porém, devido à gravidade dos ferimentos, o policial foi transferido à UTI.
Nesta sexta-feira (9) a família iniciou uma campanha nas redes sociais para doação de sangue ao tenente.
“Iniciamos a campanha de doação de sangue para nosso irmão, o tenente da PM Fredson Amorim Ferraz, que se encontra hospitalizado em razão de um disparo de arma de fogo na região de Nova Mutum!! Seu sangue é O +”, diz a mensagem da campanha.
O número de doação de sangue caiu durante a pandemia de coronavírus, principalmente o sangue O+ (que é o do tenente Ferraz).
Quem tiver sangue O+ pode procurar o hemocentro de Porto Velho e fazer uma doação direta para o tenente da PM.
A Fhemeron em Porto Velho fica localizada na Avenida Governador Jorge Teixeira, 3766, ao lado do Hospital de Base. O agendamento para a doação pode ser feito pelo (69)3216-2234.
Ataque contra policiais em fazenda
No fim de semana, um grupo armado atacou policiais militares que participavam de uma ação em uma fazenda de Mutum.
Dois policiais morreram durante o ataque de criminosos contra a polícia: o tenente Figueiredo e o sargento Rodrigues.
Figueiredo e Rodrigues: policiais mortos em emboscada em Rondônia
Polícia Militar/Divulgação
Entenda o caso ponto a ponto
Na última quinta-feira (8) forças de segurança realizaram uma operação, na região da fazenda, para tentar prender os suspeitos de matarem os dois policiais e balearem outros seis.
Governador diz que vai usar ‘força necessária’ para prender grupo suspeito de emboscar policiais em fazenda
Polícias fazem operação para prender grupo suspeito de matar PMs em fazenda
Corpos de PMs atacados em fazenda são velados
Veja mais notícias de Rondônia

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura