educamais
Conectado por

Plural Saúde

G1

Homem é morto com facada no pescoço em distrito de Espigão D’Oeste, RO


Publicado por

em


Três suspeitos de participação no crime foram detidos. Um dos homens informou à polícia que agressor e vítima trabalham em um garimpo dentro de uma terra indígena. Crime foi registrado na Unisp de Espigão
Romiporã FM/ Reprodução
Um homem de 56 anos foi morto com um golpe de faca no pescoço durante uma discussão no distrito de Boa Vista do Pacarana em Espigão D’Oeste (RO). O caso aconteceu na noite do domingo (4), mas o caso só foi registrado na tarde da segunda-feira (5).
Segundo o boletim de ocorrência, uma denúncia anônima informou que um homem estaria morto na Linha 38, próximo ao distrito de Pacarana. Chegando ao local, moradores disseram que um homem estaria escondido em um matagal próximo a RO-387.
O suspeito foi localizado e disse não saber do acontecido, no entanto, de acordo com os policiais, estava com uma camisa ensanguentada pendurada no ombro. Uma outra viatura abordou um veículo próximo a um bar e localizou um outro suspeito, que foi visto perto de onde estava o corpo da vítima.
O abordado contou aos policiais que trabalhava em um garimpo localizado no interior da terra indígena Suruí, e que quando entrou na caminhonete de um homem, que trabalha no mesmo local, para pegar carona, foi informado de que o suspeito do crime e o corpo da vítima, ambos funcionários do homem, estavam na carroceria do carro, pois o motorista pretendia levá-los à cidade para entregar à polícia.
No entanto, ainda de acordo com o relato da testemunha, a caminhonete quebrou no meio do caminho, e com isso o suspeito de ter cometido o crime teria sido desamarrado e o corpo da vítima deixado na beira da estrada.
Quando o suspeito ter matado o homem de 56 anos foi questionado, ele confessou ter esfaqueado o outro, mas disse ter feito para se defender de uma agressão. Posteriormente, o motorista da caminhonete também foi localizado no distrito.
Após os trabalhos necessários, o corpo foi liberado para a funerária, e os três suspeitos – suposto autor do crime, chefe da vítima e o homem que pegou carona – foram encaminhados à Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp).

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook