educamais
Conectado por

Plural Saúde

G1

Penitenciárias de RO tem mais de 640 casos positivos de Covid-19 entre presos e duas mortes, diz Sejus


Publicado por

em


Há 597 curados, um preso internado e outros quatro sob suspeita de infecção. OAB manifestou preocupação. Avanço da Covid-19 nas penitenciárias de Rondônia gera preocupação.
Jonathan Lins/G1
A Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) revelou que, até o momento, já foram confirmados 648 casos do novo coronavírus e duas mortes entre a população carcerária do estado. São também 597 curados, um preso internado e outros quatro sob suspeita de infecção.
A pasta confirmou que os detentos positivados estão sendo medicados e permanecem isolados para o tratamento. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) manifestou preocupação.
Em Ariquemes, por exemplo, a Secretaria Municipal de Saúde informou que foram feitas duas testagens para Covid-19 nos presos do Centro de Ressocialização em setembro. Em um total de 605 testes aplicados, 117 (19%) deram positivo. O medicamento ivermectina foi distribuído para todos os internos.
A Comissão de Direitos Humanos da OAB acompanha a evolução dos casos na unidade prisional do município.
Familiares dos apenados procuram com frequência a comissão preocupados com uma possível contaminação em massa de Covid-19 entre os presos devido a superlotação na penitenciária. Os questionamentos são protocolados e são enviados relatórios pela comissão ao Ministério Público e à Vara de Execuções Penais.
“Aparentemente está controlada porque não tivemos mais denúncias. Não nos requisitaram para situações. Na verdade a população carcerária passa a ficar lá um período. Realmente é situação que nos preocupa e muito. Uma cela com capacidade com 6 e 7 está com dobro. Necessita urgente de providências”, declarou Valdéria Cazzeta, da Comissão de Direitos Humanos da OAB.
O histórico de superlotação no novo presídio de Ariquemes vem desde a inauguração, em julho de 2017, com capacidade para receber até 200 internos.
Atualmente, está com mais de 600 e pelo menos 15 fugas foram registradas na unidade.
Veja os vídeos mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias:

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook