educamais
Conectado por

Plural Saúde

G1

Desfile de 7 de setembro é cancelado em Rondônia por causa da pandemia da Covid-19


Publicado por

em


Decisão foi tomada como medida de segurança para evitar a aglomeração de pessoas. O grito que entrou para a História como independência completa 198 anos em 2020. Militares da Ala 6 de Porto Velho desfilaram no 7 de setembro em 2019
Diêgo Holanda/G1
O tradicional desfile de 7 de setembro não vai ser realizado em Rondônia este ano por causa da pandemia do novo coronavírus.
A decisão foi tomada para respeitar o decreto de calamidade pública que pede a suspensão de eventos que provoquem a aglomeração de pessoas. Situação que é vista todos os anos com a reunião de civis e militares durante os desfiles do feriado da Independência do Brasil.
“O primeiro motivo é [evitar] a aglomeração de pessoas, nós temos pessoas patriotas em Rondônia e que vão querer ver os eventos, vão querer assistir, prestigiar as nossas Forças Armadas e as Forças Auxiliares do nosso estado então esse é o grande motivo de nós não termos realizado esse evento. E também nós temos outras prioridades para o orçamento do estado que é o combate à pandemia”, comentou Carlos de Góes, secretário-chefe da Casa Militar.
O grito que entraria para a História como independência aconteceu em 7 de setembro de 1822, quando o Brasil, na época Império, saiu do “domínio” de D. João VI para seu filho D. Pedro I.
Desfiles em 2019
Tropas se apresentaram à população em Porto Velho
Diêgo Holanda/G1
Em 2019, segundo a direção da Casa Militar, estima-se que 5 mil participantes desfilaram pelas ruas de Porto Velho, divididos entre militares, alunos de escolas estaduais e entidades civis, como a Maçonaria e igrejas evangélicas. Pelo menos 100 policiais militares se envolveram na segurança do evento.
Em Jaru (RO), o desfile cívico-militar aconteceu, no ano passado, com a reunião de mais de 5 mil passistas pelas ruas do município.
Veja fotos do 7 de setembro em 2019
Em Ariquemes (RO), os primeiros a desfilar foram os militares. Durante a comemoração, os participantes carregavam cartazes com os dizeres “Cidadania e Respeito à Pátria”.
Já em Guajará-Mirim (RO), participaram militares, associações e representantes das igrejas evangélicas do município.

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook