educamais
Conectado por

Plural Saúde

G1

Cerca de 24 mil pessoas desistiram de procurar emprego em Rondônia, diz IBGE


Publicado por

em


Número de desalentados aumentou em mais de 10 mil em comparação com o mesmo período de 2019. Dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua. Mais de 20 mil pessoas desistiram de procurar emprego em Rondônia
Divulgação/ Reprodução
Cerca de 24 mil pessoas estão na condição de desalentadas em Rondônia, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Isso significa que essa pessoas têm capacidade e idade para trabalhar, mas desistiram de procurar uma ocupação.
Os dados são referentes ao segundo trimestre de 2020. Em comparação com o primeiro trimestre deste ano, o número de pessoas desalentadas subiu em quase 2 mil. Já em comparação com o mesmo período de 2019, a alta foi de cerca de 10 mil pessoas.
A pesquisa também apontou que houve uma queda no número de trabalhadores subocupados – que têm poucas horas trabalhadas. Se no primeiro trimestre deste ano eram 47 mil pessoas nessa categoria, o número caiu para 27 mil até o final de julho.
No entanto, aumentou o número de pessoas sem uma ocupação, que passou de 74 mil para 87 mil. A taxa de desocupação em todo o estado é de 10,6%.
Ainda de acordo com o IBGE, 728 mil pessoas tinham uma ocupação no segundo trimestre de 2020, sendo:
Setor agropecuário – 164 mil (22,5%)
Administração pública – 147 mil (20,2%)
Atividades no comércio – 130 mil (17,9%)
A maior parte dos setores se manteve estável nos dois primeiros trimestres desse ano, sendo o de serviço doméstico o mais afetado, com uma queda de 49 mil trabalhadores para 31 mil.

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook