educamais
Conectado por

Plural Saúde

G1

Prefeitura de Guajará-Mirim, RO, é condenada após descumprir decisão da Justiça do Trabalho


Publicado por

em

Decisão judicial obrigava o município a disponibilizar equipamentos de proteção individual para os profissionais de saúde, entre outras medidas. Multa aplicada é de R$ 20 mil. A prefeitura de Guajará-Mirim (RO) foi condenada pela Justiça do Trabalho após descumprir uma decisão judicial que obrigava a disponibilização de equipamentos de proteção individual (EPI) para profissionais da saúde, além de outras medidas. O município deve pagar uma multa de R$ 20 mil.
Durante o processo, a prefeitura apresentou contestação e juntou documentos para comprovar a entrega dos equipamentos, apresentou notas fiscais de compras de produtos, fichas de entrega dos equipamentos, entre outros.
No entanto, o Ministério Público do Trabalho (MPT) constatou que os documentos não comprovavam a garantia de qualidade dos equipamentos e que não houve demonstração do cumprimento dos demais pedidos, como: capacitação das equipes de saúde sobre a necessidade da adesão às boas práticas para o controle da transmissão do coronavírus e implementação do Plano de Contingência das unidades de saúde.
O município tem o prazo de 15 dias para comprovar o cumprimento das medidas determinadas, sob pena de, em caso de nova incidência, ser multado em R$ 30 mil.
A prefeitura informou à Rede Amazônica que até o início da noite desta sexta-feira (28) não havia sido notificada oficial sobre a decisão.

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook