educamais
Conectado por

Plural Saúde

G1

Taxa de tralhadores sindicalizados diminui em Rondônia, segundo pesquisa do IBGE


Publicado por

em

Dados são em comparação entre os anos de 2014 e 2019. Índice de sindicalização também diminuiu no resto do país. A taxa de sindicalização dos trabalhadores em Rondônia diminuiu entre os anos de 2014 e 2019, caindo de 13,5% para 9,5% segundo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Essa queda também foi percebida no resto do país, que passou de 13,4% de trabalhadores sindicalizados em 2014 para 9,3%. Segundo a pesquisa, a sindicalização é maior entre homens, apresentando um índice de 10,1% em 2019, enquanto entre as mulher a taxa fica em 8,9%.
A pesquisa também observou que diminuiu o número de empregadores e trabalhadores por conta própria associados a cooperativas de trabalho ou produção, passando de 10,3% para 8,2% em quatro anos.
Outro ponto levantado pela pesquisa nacional foi a baixa adesão do registro no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) entre os que trabalham por conta própria. Enquanto a taxa no Brasil é de 20,1% de trabalhadores nessa situação que aderem ao registro, em Rondônia o índice fica em 11,9%.
Emprego e instrução
Em 2019, cerca de 815 mil pessoas tinham uma ocupação no estado, sendo as quem mais empregaram:
Setor agropecuário: 176 mil (21,7%)
Administração pública: 156 mil (19,2%)
Comércio: 152 mil (18,6%)
Já em relação ao nível de instrução formal, cerca de 34,5% das 815 mil pessoas com uma ocupação tinham o nível médio completo ou superior incompleto. O segundo maior grupo é o de pessoas com nível fundamental incompleto, composto por 34% dos trabalhadores.

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook