educamais
Conectado por

Plural Saúde

G1

Mais de 40% dos trabalhadores em RO atuaram na informalidade no mês de julho, diz pesquisa


Publicado por

em


Taxa de desocupação no estado é menor que a média nacional. Dados foram levantados em pesquisa realizada pelo IBGE. Mais de 26% das pessoas com uma ocupação no estado, estão trabalhando no setor privado com carteira assinada
Mauro Pimentel/AFP/Arquivo
Cerca de 309 mil moradores de Rondônia trabalharam na informalidade no mês de julho, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse número representa 42% de todos os trabalhadores ativos do estado.
A pesquisa também apontou que aproximadamente 737 mil pessoas tinham uma ocupação no último mês. Entre esses profissionais, a quantidade de pessoas que trabalharam por conta foi maior do que a dos que têm carteira assinada ou a de servidores públicos:
Trabalhador por conta própria: 34,9%
Carteira assinada no setor privado: 26,3%
Militares e servidores estatutários: 13,1%
O estado também teve uma taxa de desocupação de 9,1%, um pouco abaixo da média nacional que foi de 13,1%. Das 591 mil pessoas que estavam fora do mercado de trabalho, 34,2% informaram que não procuraram emprego, mas que gostariam de trabalhar, sendo que 18,5% disseram não ter procurado uma ocupação por causa da pandemia da Covid-19 ou por não ter opção de trabalho na região.
Já entre os que estão trabalhando, 8,9% foram afastados dos seus postos durante a pandemia, sendo que desses, 34,4% deixaram de receber remuneração.

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook