educamais
Conectado por

Plural Saúde

G1

Rondônia registra 19 mortes por Covid-19 entre indígenas, segundo a Coiab


Publicado por

em


Dados foram levantados pela Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira até o dia 21 de agosto. Estado também mais de mil casos da doença. Aldeia indígena em RO
Reprodução/Rede Amazônica
As mortes de mais dois indígenas pela Covid-19 foram registradas em Rondônia na última semana, segundo boletim divulgado pela Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira no último sábado (22). Com os novos óbitos, o estado passa a contabilizar 19 vítimas do novo coronavírus entre povos indígenas.
Ainda de acordo com a Coiab, Rondônia também tem 1.011 casos diagnosticados em 14 povos, além de 203 suspeitos. Os dados são de levantamento realizado até o dia 21 de agosto.
Os povos atingidos pelos vírus são: Arara Karo, Cinta Larga, Karitiana, Kanoê, Kassupa, Mura, Oro War, Puruborá, Paiter Suruí, Sakirabiat, Piripkura, Tupari e Wajuru.
Os Cinta-Larga são o povo com o maior número de óbitos no estado (4), a frente dos Karitiana (2), Arara (1), Mura (1), Puruborá (1), Sakirabiat (1) e Wajuru (1). Oito indígenas ainda não tiveram a tribo identificada.
A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) registrava 12 óbitos entre indígenas até o boletim do último sábado (22). Os Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI) de Porto Velho e Vilhena, que englobam Rondônia e trechos do sul do Amazonas e norte do Mato Grosso registram 16 óbitos entre indígenas nas localidades.
O levantamento da Coiab é feito com base em boletins informativos e notas de falecimento emitidas pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) do Ministério da Saúde, além de relatos de lideranças indígenas, profissionais da saúde indígena e organizações que fazem parte da rede da organização.

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook