educamais
Conectado por

Plural Saúde

G1

Rondônia registra mais 395 casos da Covid-19 e chega a 48.232; Estado soma 1.017 mortes


Publicado por

em


Quatro mortes pela doença foram registradas nesta segunda-feira (17). Dados são da Secretaria de Estado da Saúde. Estrutura do coronavírus tem formato de coroa
Agênciapreview/Arquivo
Rondônia contabiliza ao todo nesta segunda-feira (17) 48.232 casos de Covid-19. Foram registrados nas últimas 24 horas 395 novos diagnósticos, sendo 58 só em Ariquemes (RO). Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).
Também foram registradas mais quatro mortes pelo novo coronavírus, chegando a 1.017. As novas mortes registradas no estado foram em:
1 em Porto Velho – homem de 50 anos
1 em Ariquemes – mulher de 67 anos
1 em Guajará-Mirim – mulher de 67 anos
1 em Rolim de Moura – homem de 68 anos
Ainda segundo a Sesau, foi constatado um caso a menos no município de Teixeirópolis, em relação ao dia anterior, em decorrência de duplicação de registros.
As cidades com maior número de óbitos registrados são:
Porto Velho – 608
Guajará-Mirim – 78
Ariquemes – 61
Ji-Paraná – 35
Vilhena – 31
Já as cidades com maior número de casos confirmados são: Porto Velho (25.006), Ariquemes (3.786), Guajará-Mirim (2.561), Vilhena (2.129) e Ji-Paraná (1.520).
Também foi informado que o estado tem:
40.184 pacientes recuperados
7.031 casos ativos
381 pacientes internados
149.851 testes realizados
969 aguardando resultados dos exames no Lacen
Nesta segunda-feira (17), dos 214 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adultos disponíveis na rede pública do estado, 145 estão sendo utilizados, o que representa uma lotação de 67,75%.
A situação é mais crítica na macrorregião II, que atende municípios do centro-sul do estado e engloba os hospitais de Cacoal, Vilhena e São Francisco do Guaporé. Nessa região, a taxa de ocupação está em 85,1%, sendo que o Hospital Regional de Cacoal (HRC), que é referência para o tratamento da doença, tem apenas um leito disponível.
Initial plugin text

Continua após a publicidade

Fonte: G1 Rondônia

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook