Conectado por

Plural Saúde

Exame

De portas fechadas, Hopi Hari lança podcast e conta de e-mail na pandemia


Publicado por

em


Continua após a publicidade

Como um parque de diversões pode se beneficiar de uma quarentena? A resposta parece óbvia: não pode. Ou, sendo persistente, pode tentar reduzir os danos.

Impossibilitados de receber o público durante a pandemia do coronavírus, o Hopi Hari, apesar de estar com as portas fechadas, faz de tudo para de fato não fechar as portas – de vez.

Localizado em Vinhedo, no interior paulista, o parque está lançando seu famoso passaporti  – a entrada que dá o direito ao visitante passar um dia em suas dependências – mas quando terminar a quarentena.  Com o slogan “De volta ao Hopi” , o  ingresso surge com um preço bem mais acessível, a partir de R$ 59,90. Com o passaporti em mãos, o visitante poderá acessar o parque e todas as atrações até o último dia de operação do complexo ainda este ano (exceto em dias de evento exclusivo). “Como o parque entende que o orçamento das famílias estará apertado nos próximos meses, a ideia principal foi flexibilizar o valor de acesso para que o público consiga ter a magia de sempre”, diz em nota o presidente da empresa, Alexandre Rodrigues.

Mas como nem só da venda de entradas vive o Hopi Hari, a partir desta semana estão sendo lançados também dois planos de assinatura de e-mails personalizados com o domínio @hopihari.com.br.  Apesar da “estranheza” em se vender um domínio, o ponto de interesse se apresenta pelos  pacotes básico e premium. O primeiro dá direito ao visitante ter um e-mail com 25GB de armazenamento e  12 visitas ao parque temático, uma vez por mês, exceto em eventos exclusivos. Já o segundo proporciona os mesmos 25GB mais 12 visitas no decorrer do ano, porém, estes acessos também podem ser utilizados em eventos exclusivos. Os serviços foram divulgados pelo valores de R$ 89,90 (básico) e R$ 119,90 (premium).

“Nós migramos nossos emails corporativos para @hopiharicorp.com.br e liberamos o domínio anterior para este novo produto, garantindo a segurança por meio da vinculação ao CPF de quem está adquirindo a conta”, afirma Rodrigues. “O sistema aceita apenas um CPF válido por compra.”

Outra promessa é para que já na primeira semana de abril, o Hopi Hari também esteja presente nas plataformas de streaming de áudio com as músicas tocadas no parque através do selo “Hopi Hari Oficial”. Mas antes disto, será disponibilizado o primeiro episódio do “Hopi Cast” , onde será divulgado os bastidores dos eventos que ainda serão realizados neste ano.

Em tempos de crise pela pandemia, resistir é tão ou mais necessário do que remar contra a maré – já que a regra de que todos fiquem em suas casas é a verdadeira montanha-russa para os negócios de um parque de diversões.

Fonte: Revista Exame

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook