Conectado por

Plural Saúde

Folha

Indústria de shows já sente impacto do que pode ser a maior crise da história


Publicado por

em

Um dos primeiros setores da economia a parar, devido ao avanço do novo coronavírus no Brasil, foi o de shows e eventos musicais. “Antes mesmo de chegar aqui, já estávamos sentindo o impacto dela”, diz Rafael Farah, sócio da produtora e selo independente paulistana, Balaclava. “Tínhamos negociações travadas com artistas que estavam vivendo isso em outras partes do mundo.”
Leia mais (03/29/2020 – 20h57)

Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

Fonte: Folha de São Paulo

Comentários do Facebook - Comente