educamais
Conectado por

Plural Saúde

Exame

Máscaras de mergulho serão adaptadas para respiradores em hospitais


Publicado por

em


Continua após a publicidade

A iniciativa surgiu na Itália, um dos países mais afetados pela pandemia do novo coronavírus. Pacientes infectados que apresentam quadros graves precisam de internação e, em alguns casos, de respiradores artificiais, um artigo médico de alto custo e baixa disponibilidade. Por conta disso, um engenheiro italiano adaptou máscaras de snorkeling para funcionar como parte dos respiradores artificiais. A invenção foi testada e aprovada em um hospital civil de Brescia, cidade ao norte da Itália.

Cerca de 3.000 máscaras Easybreath serão doadas pela empresa francesa de artigos esportivos Decathlon para empresas médicas de Campinas, Porto Alegre e Paraná.


Continua após a publicidade

A Decathlon ressalta que os respiradores precisam ser adaptados por pessoas especializadas para que sejam usados como respiradores para atender os pacientes graves com covid-19, que apresentam dificuldade para respirar.


Continua após a publicidade
Educa Mais Brasil

“Seguindo o exemplo da Decathlon Itália, decidimos apoiar essas iniciativas e realizar doações ao invés de vendas. Desta forma, a venda do produto já foi suspensa e será destinada apenas a hospitais e instituições médicas”, diz, em nota, Cedric Burel, presidente da Decathlon Brasil.

Apesar de a invenção ter pedido de patente, ela é de livre uso para que hospitais possam atender os pacientes com a técnica demonstrada neste vídeo.


Continua após a publicidade

Com o aumento do número de internações de pacientes contaminados com o novo coronavírus, as empresas médicas que fabricam respiradores aceleraram a produção e até mesmo montadoras consideram ajudar na manufatura dos equipamentos, mesmo sem ter especialização nesse tipo de produto.

As últimas notícias da pandemia do novo coronavírus

Fonte: Revista Exame

Comentários do Facebook - Comente
Continuar leitura

Publicidade

Mais destaques

Facebook