Conectado por


Política

Com recursos de Jaqueline Cassol, mutirão de cirurgias de catarata será iniciado no Cone Sul

Publicado por

em

Ação é parte do Projeto Visão, iniciativa da deputada para reduzir as filas de espera em Rondônia

Cerca de 500 pacientes dos sete municípios do Cone Sul, que aguardam por cirurgias de catarata, participam da primeira etapa do Projeto Visão, em Vilhena. A ação, que é uma iniciativa da deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO), tem objetivo de promover mutirões de cirurgias eletivas de catarata nas principais regiões de Rondônia.

------- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -------

Para a realização da primeira etapa, a deputada viabilizou R$ 2,45 milhões para a prefeitura de Vilhena executar os mutirões, realizados no Hospital Regional de Vilhena. Os procedimentos pré-operatórios nos pacientes iniciaram na última segunda-feira (16) e as cirurgias estão marcadas para começar nesta sexta-feira (20).

Do total de 500 atendimentos, 70% são moradores de Vilhena e 30% pacientes de Chupinguaia, Colorado do Oeste, Cabixi, Cerejeiras, Pimenteiras e Corumbiara. Os recursos viabilizados pela deputada irão custear insumos, equipamentos, medicamentos e equipe médica. “Já temos 1.200 cirurgias empenhadas”, disse o secretário de Saúde de Vilhena, Afonso Lochs.

------- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -------

MUTIRÃO EM CACOAL

 O Projeto Visão contempla também mutirão de cirurgias para correção de catarata em Cacoal e toda região do Café, Zona da Mata e BR-429. Jaqueline Cassol destinou mais R$ 3,6 milhões para o Governo do Estado executar a ação no Hospital Regional de Cacoal.

A deputada destacou que a intenção é zerar a fila de espera pela cirurgia de catarata no Estado, pois desde 2015 elas não acontecem em Rondônia. “Esse trabalho é importante para devolver a visão a quem mais precisa, principalmente de idosos, que há anos esperam uma oportunidade de enxergar melhor”, destacou Jaqueline.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), o plano de trabalho está sendo elaborado, bem como o credenciamento de empresas para fazer as cirurgias. No estado, cerca de 2,2 mil pessoas aguardam pela cirurgia, principalmente idosos, segundo dados da Sesau.

O total de investimento conquistado pela deputada para o Projeto Visão soma R$ 6,1 milhões. “Durante a campanha recebi muitas queixas sobre esse problema e me comprometi em ajudar. Consegui recursos e desenvolvi o Projeto Visão para ajudar as pessoas a enxergarem melhor e terem autonomia. Palavra dada é palavra cumprida”, afirmou Jaqueline.

PARA PARTICIPAR

 Para ser incluso nos mutirões, as pessoas com sintomas da catarata devem procurar o posto de saúde mais próximo. Após a primeira consulta, o paciente é encaminhado para o oftalmologista, que avalia o problema. Caso a cirurgia seja necessária, o paciente será colocado na fila através do sistema de regulação.

Assessoria de Comunicação 

Publicidade

Apostas Esportivas Online Betway

Educa Mais Brasil

Mais destaques

Facebook