Conectado por


Tecnologia

Jogo desenvolvido por acadêmicos da Faculdade Sapiens ganha primeiro Game Jam+ de Porto Velho

Publicado por

em

Porto Velho recebeu, de 02 a 04 de agosto, a sua primeira edição da Game Jam+, uma competição onde equipes se reúnem para propor ideias, formar equipes e em 48h desenvolver um protótipo do jogo e fazer o pitch (apresentação curta e direta) sobre seu projeto. Cada projeto levou em consideração um bom planejamento de marketing e negócios na avaliação dos jurados.

Oito alunos de Jogos Digitais e Sistemas de Informação da Faculdade Sapiens participaram da competição, compondo as três equipes concorrentes ao título para representar a cidade na etapa regional.

Uma das equipes é a Firescape, composta pelos acadêmicos Felippe Malagueta, Robson Alves, Yúri Nascimento, Márcio Lira, Sandro Nascimento, que contou com a mentoria do professor Marco Yerco, que saiu vencedora da competição.

Criação do jogo

Ao ler o regulamento, os alunos contam que começaram a pensar nas possibilidades de desenvolvimento, com base no tema livre, e decidiram criar um jogo online com fases, etapas e obstáculos.

Responsável pela programação do game, que foi criado todo em 3D, Felippe explica que a primeiro definição foi do jogo ter um desfecho, onde o personagem principal, um pedaço de Sol, chegaria a algum lugar, pulando de planeta em planeta para voltar até a maior estrela do sistema solar.

“Criar e desenvolver este projeto em apenas 48h era o grande desafio. Definimos as funções, debatemos as ideias e começamos. Calculamos o tempo, formas de pular os asteroides e até mesmo um labirinto como campo principal”, afirma Malagueta.

Por trás do jogo

No discurso de apresentação do jogo, a equipe Firescape mostrou o seu diferencial e mostrou que o projeto, além de um grande negócio, pode ter um abrangente impacto social.

“Nós desenvolvemos um jogo onde o personagem principal está sozinho e o jogador pode ter uma experiência muito legal. No labirinto, onde se vê bem pouco, quanto mais coleta, mais brilho tem, mais acende a chama. Essa foi a analogia com a vida real: as vezes você está sozinho encontra pessoas que te motivam a seguir. Um beco sem saída pode ser uma parada onde você ganha tempo para repensar seu caminho”, comenta Felippe.

O professor da instituição e mentor das equipes, Marco Yerco, conta que a qualidade do jogo que foi desenvolvido garantiu o destaque para a equipe Firescape. “Tinha gameplay, arte e uma mensagem muito bonita. O empenho da equipe em realizar as tarefas com envolvimento e cordialidade também” destaca.

Para a fase nacional, a Firescape precisa do seu apoio. Vote no jogo deles https://gamejolt.com/games/firescape/430743

Apoio da faculdade

A instituição de ensino cedeu os equipamentos do seu Laboratório de Jogos Digitais para que os alunos pudessem criar o projeto, juntamente com o espaço onde eles poderiam pernoitar até finalizar o jogo.

“O apoio da faculdade teve um peso muito bom no resultado atingido. Contamos com a atenção dos professores e da Coordenação, que ajudou inclusive na locomoção dos participantes”, afirma Felippe.

Giovan Araújo, coordenador do Núcleo de Tecnologia da Faculdade Sapiens, comenta a importância da participação dos alunos na competição. “Eles passaram 48h imersos na programação. Isso dá gosto de como desenvolver um game profissionalmente, só que com uma experiência intensiva”.

Matrículas abertas

A Faculdade Sapiens está com matrículas abertas até dia 25 de agosto para seus 13 cursos de graduação, são eles: Jogos Digitais, Sistemas de Informação, Engenharia da Computação, Direito, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Engenharia Ambiental, Administração, Pedagogia, Ciências Contábeis, Comércio Exterior, Marketing e Gestão de Recursos Humanos.

Os interessados podem se inscrever gratuitamente pelo site www.vestibularsapiens.com.br e agendar a prova do vestibular ou usar a nota do Enem para ingressar no ensino superior. Mais informações pelo telefone (69) 3211-6039 ou e-mail [email protected]

A Faculdade Sapiens está localizada na Rua Paulo Freire, 4767 – Flodoaldo Pontes Pinto.