PublicidadeDJ90

Com quase 40 anos de história, o Grupo Sapiens já se desenvolveu, expandiu e se consolidou como referência não só na Região Norte, mas também como em todo o país através do grande intercâmbio que promove com as maiores marcas educacionais, que são destaques no Brasil e no mundo.

Tudo começou em 1980 com a criação do primeiro curso pré-vestibular, ainda na época do Território Federal de Rondônia, e hoje acompanha a formação dos estudantes da Educação Infantil até a Educação Executiva.

História

O que nasceu como curso pré-vestibular Einstein se tornou Colégio Objetivo, agregou com a Faculdade Porto e expandiu com a Centro FGV de 1980 a 2018. Em agosto do último ano, a unificação das marcas. Colégio, curso, faculdade e educação executiva passaram a assinar como Sapiens, demonstrando o posicionamento unificado e forte presença da holding não mais apenas em Porto Velho, mas em outras cidades rondonienses e também em outros Estados, como Amazonas e Roraima.

Atualmente composto pelo Colégio e Curso Sapiens, Faculdade Sapiens e Sapiens FGV, o Grupo Sapiens se consolida como um dos maiores do ramo educacional e único no Norte a acompanhar os alunos em todas as etapas da vida acadêmica, desde os 2 anos de idade.

Profissionalização

No dia 1º de junho de 2019 mais um grande passo na história do Grupo Sapiens, nasce o Conselho de Administração após um intenso processo de implantação governança corporativa na empresa, que mantém sua essência familiar e aposta no crescimento a partir da profissionalização das equipes e mensuração de indicadores e resultados.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), governança corporativa é o sistema pelo qual as organizações são dirigidas, monitoradas e incentivadas, ou seja, administrar uma empresa a partir de princípios muito claros, como transparência, equidade, responsabilidade corporativa e accountability (prestação de contas).

No Brasil, cerca de 95% das organizações formalmente constituídas são familiares, mas poucas sabem lidar com os negócios de forma perene, garantindo sua estabilidade e crescimento.

Augusto Pellucio, ressalta o investimento na profissionalização da equipe desde 2008. “Através da parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV) nós tivemos a oportunidade de capacitar ainda mais gestores e colaboradores com técnicas e ferramentas da maior escola de negócios da América Latina”, afirma.

Perfis

Agora, para Augusto, com a implantação do Conselho do Administração a partir da governança corporativa, o Grupo Sapiens atinge um novo patamar. “Temos um conselho experiente, que por muitos anos esteve à frente da execução de grandes projetos e parte para um momento extremamente estratégico no ambiente macro dos negócios”, destaca.

A família Pellucio, bastante empreendedora, desde 2012 vem investindo no conhecimento da gestão, da governança e do conselho ao participar de eventos e formações voltados para esta área.

Milton Pellucio, responsável pela implementação de todas as empresas nestes 40 anos de história do Grupo Sapiens e expansão dos negócios em Porto Velho e Ji-Paraná, em Rondônia; Manaus, no Amazonas e Boa Vista em Roraima. Era diretor-geral e passa a ser presidente do Conselho de Administração;

Elizabeth Pellucio, que desempenhava o papel de diretora Administrativa e Financeira, passa agora e gerir Conselho Fiscal, que envolve as áreas de compliance, segurança das informações e investimentos;

Cristina Pellucio, no conselho, vai liderar a implantação de novos negócios.

Com visões diferentes, mas totalmente antenadas às mais variadas tendências de mercado, nacional e internacional, o Conselho de Administração do Grupo Sapiens é composto por profissionais renomados, reconhecidos e gabaritados. Tal feito traz mais segurança, organização e estabilidade para os quase 400 colaboradores que compõem o quadro das empresas atualmente.

40 anos

O Diretor Executivo considera que mudar a forma de fazer a gestão da empresa culmina no momento certo e reflete o cenário de evolução que o Grupo Sapiens está. “Neste período em que as empresas do Brasil precisam elevar sua produtividade de maneira assertiva, temos a certeza de que estamos no caminho certo. Quando você desdobra os planejamentos estratégicos com metas e indicadores voltados para resultados, consegue aumentar a eficiência dos processos. É um passo para um crescimento ainda maior. Uma empresa mais organizada, uma instituição mais organizada”, salienta.