A Deputada federal questionou Tarcísio Gomes em audiência pública na Comissão de Viação e Transportes

Os motoristas que trafegam pela BR-364 e passam pela ponte do Riozinho, em Cacoal, enfrentam dificuldades no trânsito que está em meia pista desde o fim do ano passado. A rodovia foi totalmente bloqueada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para reparos paliativos na ponte por um período, e posteriormente liberada em meia pista, como está até o momento.

Em audiência na Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados na última quarta-feira (3), a deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) apresentou pleito por melhorias na BR-364, bem como duplicação da pista e conserto das pontes. “Embora o DNIT em 2018 tenha investido mais da metade do seu orçamento na manutenção da rodovia, os tapa-buracos não resolvem. Ainda temos problemas como a ponte do distrito de Riozinho, em Cacoal, onde resido. Está com meia pista interditada e só foi liberada no fim do ano porque um empresário fez a boa ação de ajudar o DNIT”, postulou Jaqueline Cassol

Após indagar o ministro Tarcísio Gomes, na condição de segunda vice-presidente da Comissão de Viação e Transportes,  Jaqueline Cassol passou a presidir a mesa da Comissão e ouviu de perto a resposta do ministro Tarcísio Gomes, que admitiu que a rodovia está totalmente exaurida e que é um absurdo um trecho em meia pista na BR-364, tão importante para a economia do estado. “Estamos terminando a licitação. A ideia é que a obra comece agora no meio do ano para que a gente possa fazer a faixa que está pendente”, afirmou o ministro.

Em fevereiro, Jaqueline Cassol já havia apresentado a reivindicação do conserto da ponte ao governo federal quando se reuniu com o superintendente do DNIT em Brasília, General Santos Filho. Na oportunidade a deputada recebeu a informação de que o órgão estava trabalhando na licitação e que a obra teria início até o fim do primeiro semestre de 2019. “Apresentei essa demanda pelo reparo definitivo da ponte do Riozinho ao General Santos Filho em minha primeira audiência como deputada federal aqui em Brasília. É fundamental que o trânsito seja normalizado na rodovia e que haja segurança para os motoristas”, destacou Jaqueline Cassol que se mostrou confiante após ouvir do ministro que o cronograma de obras está mantido.