A PM montou barreiras na Estrada da Penal, no acesso aos presídios de Porto Velho, no dia seguinte a publicação do decreto de intervenção nas unidades prisionais, cabendo agora ao comando da corporação as ações antes desenvolvidas por agentes penitenciários.

Com o bloqueio, apenas moradores que comprovem domicílio pela região e agentes que constem em uma lista e estão de plantão, podem passar.

Uma grande fila carros, motos e carretas se formou na Estrada e os veículos estão realizando um retorno antes da barreira para tentar seguir viagem.

Os agentes penitenciários que realizam mobilização permanecem nas proximidades do CTG Ronda Crioula.

Não há movimentação de familiares dos presos.