Em seu 9º dia consecutivo de ataques criminosos no Estado, novo Secretário Penitenciário, Mauro Albuquerque, avisa que não recuará.

PublicidadeDJ90

O secretário da Administração Penitenciária do Ceará, Mauro Albuquerque afirmou que pretende adotar medidas para tornar mais rigorosa a fiscalização e impedir a entrada de celulares nos presídios no estado. Os telefones são usados por chefes de facção presos para ordenar crimes de dentro das celas. Promessa do secretário da Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque, de tornar mais rigorosa a fiscalização nos presídios gerou reação de criminosos, que ordenaram sequência de ataques.

Mauro Albuquerque, avisa que não recuará, ordena revista linha dura em celas, limpeza feita pelos próprios presidiários com vassoura na mão, ordena nova pintura à mão feita pelos próprios detentos e avisa que se aparecer um risco com sigla de facções, vai suspender visita. Além dessas decisões duras, Mauro Albuquerque mandou recolher celulares, chips, televisões, rádios, além de mandar arrancar todas as tomadas das celas.

A promessa do secretário de acabar com celulares nas unidades e encerrar a divisão de presos nas detenções conforme a facção criminosa a que pertencem foi o estopim para a crise na segurança no estado, que enfrenta o 9º dia de ataques criminosos.