Atriz Suzana Vieira
PublicidadeBolsas de Estudos com até 70% de desconto

Um dos programas mais longevos e de maior popularidade no Brasil, o “Vídeo show” sai do ar na próxima sexta-feira. O anúncio foi feito, ontem, pela Rede Globo e pegou muita gente de surpresa, principalmente o público. Com a proximidade do fim da atração, relembre momentos marcantes:

Bordão icônico

Cissa Guimarães na comemoração dos 25 anos do programa
Cissa Guimarães na comemoração dos 25 anos do programa Foto: Marco Antônio Teixeira

Parceiros de bancada

Nos últimos anos, Joaquim Lopes e Sophia Abrahão comandaram o programa, que teve ainda as ex-BBBs Vivian Amorim, Fernanda Keula e Ana Clara no time.

Joaquim e Sophia, apresentadores do programa
Joaquim e Sophia, apresentadores do programa Foto: reprodução

Paciência e leão

Dois momentos marcantes: Susana Vieira, ao vivo, tomou o microfone de Geovanna Tominaga e disse: “Eu não tenho paciência para quem está começando”, deixando a menina sem reação. Já numa matéria sobre treinamento de animais para comerciais, Renata Ceribelli foi atacada por um leão, mas não se feriu.

Falha nossa

O quadro mostrava os erros das gravações das novelas e se tornou referência nacional para outras emissoras.

Paulo Betti e Malu Mader
Paulo Betti e Malu Mader Foto: reprodução

Timaço

Você lembra que Marcelo Tas, Tássia Camargo, Tony Ramos, Paulo Betti, Malu Mader, Marcio Garcia, André Marques, Ana Furtado, Ellen Jabour, Mariana Hein, Sarah Oliveira e Fiorella Mattheis também já apresentaram o “Vídeo show”?

Vídeo game

Angélica comandou dentro do programa o quadro, que era um game entre os famosos sobre a história da TV.

Vídeo game, com Angélica, André Marques e Cissa
Vídeo game, com Angélica, André Marques e Cissa Foto: Renato Rocha Miranda/rede globo/divulgação

Trilha sonora

A versão instrumental da música “Don’t stop ‘till you get enough’’, de Michael Jackson, é tema de abertura do programa.

Edições especiais

O programa estreou em 20 de março de 1983. As edições de sábado reapresentavam os melhores momentos da semana, até 1998. A partir de abril de 2000, os sábados ganharam um formato especial, com Miguel Falabella recebendo os convidados em um cenário amplo, com palco e plateia. Entrevistas, apresentações musicais e improvisos animavam o auditório.