O Consórcio SIM, prestador do serviço de transporte público em Porto Velho, irá trabalhar com a frota reduzida nesta sexta-feira (25), em virtude da falta de combustível para abastecer os ônibus. Ao Rondoniagora, a direção da empresa informou que está tentando comprar o diesel na cidade e somente 50% da frota irá circular.

Ainda segundo a direção do Consórcio SIM, durante os horário de pico, haverá 70% da frota circulando, que serão recolhidos logo em seguida.

A falta de combustível em Porto Velho e vários municípios de Rondônia é causada pela greve dos caminhoneiros que fazem bloqueios em vários pontos da BR-364. A Estrada do Belmont, rota de acesso para carga e descarga de produtos na capital, também está bloqueada. As manifestações são contra os constantes aumentos no preço dos combustíveis pela Petrobras.

Confira a nota na íntegra
O Consórcio SIM, afetado com o desabastecimento de combustíveis em face da greve nacional dos caminhoneiros, e em respeito aos usuários do sistema da capital, alerta que pode ser obrigado a recolher a frota já que o estoque de combustível da empresa está acabando.
Leia Mais

Prefeitura fecha órgãos públicos nesta sexta e decreta ponto facultativo por falta de combustível
Protesto
Prefeitura fecha órgãos públicos nesta sexta e decreta ponto facultativo por falta de combustível
Vídeo: Filas imensas nos postos que ainda têm combustível em Porto Velho
Caos
Vídeo: Filas imensas nos postos que ainda têm combustível em Porto Velho
PM monta esquema especial e roda pouco em Porto Velho; Semusa compra combustível em outro posto
Porto Velho
PM monta esquema especial e roda pouco em Porto Velho; Semusa compra combustível em outro posto

Portanto, caso não seja normalizado o acesso ao abastecimento o mais rápido possível, a partir desta sexta-feira (25), a qualquer momento os ônibus podem parar pela falta do combustível.

Informa ainda que já busca as medidas judiciais possíveis para tentar amenizar o impacto, com vistas a garantir o acesso ao transporte coletivo pela população durante o período em que perdurar a greve.