Voto utíl e alta rejeição podem tirar Mauro Nazif do segundo turno e colocar Sobrinho na frente
01/10/2016|  Autor : Itamar Ferreira |   Fonte : Itamar Ferreira

Voto utíl e alta rejeição podem tirar Mauro Nazif do segundo turno e colocar Sobrinho na frente

 

COLUNA RETICÊNCIAS POLÍTICAS  -  Por Itamar Ferreira *

 

"Política é como nuvem. Você olha e ela esta  de um  jeito. Olha de novo e ela já mudou". Magalhães Pinto

 

Na noite desta sexta-feira (30) o IBOPE apresentou uma "nuvem", que é a intenção de voto do eleitorado pesquisado nos dias que antecederam ao debate. Mas os ventos da política vão continuar em movimento constante até o momento decisivo que o eleitor irá digitar um número na urna eletrônica e apertar a tecla "confirme", aí sim a "nuvem" ficará imóvel e o destino dos candidatos estará selado.

 

Enquanto estes ´ventos´ estiverem movimentando a "nuvem" da política, todo o quadro previsto pelo Ibope poderá ser alterado; isso porque inúmeros fatores que influenciarão a permanência ou mudança do voto não foram investigados pela pesquisa, que é meramente quantitativa.

 

Para os milhares e milhares de eleitores dos candidatos que estão no "segundo pelotão" (Pimentel (14%), Dr. Hildon (9%) e Dr. Ribamar (6%) só existe uma coisa que é tão forte para eles quanto o desejo de votar em seus respectivos candidatos: uma enorme rejeição, uma verdadeira ojeriza ao atual prefeito Mauro Nazif.

 

Como o melhor colocado entre os candidatos deste segundo pelotão, Pimentel, está à 10% de Mauro Nazif; portanto fora do alcance da margem de erro de 4%, que para mais num candidato e para menos em outro, poderia chegar a no máximo 8%, só restaria uma alternativa para evitar que Mauro vá para o segundo turno: o indigesto (para eles claro) petista Roberto Sobrinho.

 

Portanto, o voto útil em Roberto Sobrinho nesta reta final poderá criar um efeito manada que poderá literalmente atropelar Mauro Nazif. Como não existe a mínima chance de Léo Moraes vencer no primeiro turno, o único "remédio", bem amargo é verdade, seria o voto no petista para barrar de vez Mauro Nazif.

 

O voto útil em Roberto Sobrinho ainda tem um apelo "tentador", que seria uma suposta dificuldade judicial para o petista assumir, situação alimentada por cada um dos candidatos adversários de Roberto; Com isso, esse eleitor votaria acreditando que estaria liquidando dois coelhos com uma cajadada só: leva Roberto para o segundo turno e eliminaria Mauro; sendo que, ainda segundo essa crença, Léo Moraes poderia se beneficiar dessas dificuldades jurídicas.

 

Se esse movimento de voto útil se confirmar, Roberto Sobrinho poderá terminar o primeiro turno na primeira posição e Léo Moraes na segunda, tirando do páreo o rejeitado Mauro Nazif. Possivelmente uma parte expressiva desse voto útil do primeiro turno migraria para Léo Moraes no segundo turno. Mas aí, já será outra história, pois os eleitores de Mauro estariam "órfão" e seriam o fiel da balança no segundo turno.

 

Um fator imprevisível é os impactos do último e decisivo debate na Rede Globo, onde visivelmente as duas raposas política mais experientes, Roberto Sobrinho e Mauro Nazif, atropelaram os novatos. Roberto levou Dr. Hildon a nocaute e Mauro Nazif com a historinha do seu "Geraldo" e as emendas parlamentares à Prefeitura de Porto Velho, colocou cascas de bananas, Léo Moraes pisou nelas e escorregou.

* Itamar Ferreira é bancário, sindicalista, formada em adm. de empresas e pós-graduado em metodologia do ensino ambos pela UNIR, bacharelando em Direito pela FARO.


COMENTE COM O FACEBOOK


Portalrondonia Comunicações Ltda. E-mail: redacao@portalrondonia.com