Maurão denuncia grupo Friboi por adquirir frigoríficos e fechá-los
04/12/2015|  Autor : Assessoria|   Fonte : Assessoria

 

4122015-161725-maur1.jpg
O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PP) denunciou que o grupo JBS Friboi tem adquirido unidades frigoríficas em Rondônia, para depois fechá-las, com o objetivo de eliminar a concorrência.

A manobra, segundo o parlamentar, prejudica aos criadores, pois acaba se formando um verdadeiro cartel, que controla os preços. “O grupo tem adquirido plantas frigoríficas e as mantém fechadas, somente para impedir a livre concorrência e poder praticar os preços que quiser”, denunciou.

Ainda de acordo com Maurão, essa operação de compra de plantas que depois são fechadas, faz parte de uma prática de preços incompatível com o mercado, exercendo uma pressão sobre os frigoríficos menores. “Os frigoríficos pequenos sofrem com a concorrência desleal, com essa manobra”, completou.

Hoje, o grupo JBS seria responsável por 47% dos abates de bovinos em Rondônia e por aproximadamente 25% da carne exportada.

“Com essa operação, o grupo fica livre para determinar preços, prejudicando aos criadores que não têm alternativa, a não ser vender com prejuízo. Isso está quebrando o setor”, afirmou Maurão.

Essa prática já seria adotada pelo JBS no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, impondo uma queda no preço da arroba.

“Essa é uma das razões que têm contribuído para que o preço da arroba em Rondônia, que já foi maior do que no Mato Grosso e no Pará, por exemplo, seja hoje menor e caindo a cada dia”, finalizou Maurão de Carvalho.

COMENTE COM O FACEBOOK


Portalrondonia Comunicações Ltda. E-mail: redacao@portalrondonia.com