Maurão pede liberação ambiental para melhoria de estrada na capital
01/12/2015|  Autor : Assessoria|   Fonte : Assessoria



Aproximadamente 65 famílias moram na linha C3, às margens da BR 319 sentido Humaitá

Após se reunir em seu gabinete com um grupo de moradores da Linha C3, que fica a 17 km de Porto Velho, no sentido Humaitá (AM), pela BR 319, o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PP), apresentou indicação para que o governo, através da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), autorize a recuperação da estrada.

No local residem pelo menos 65 famílias e o prejuízo é grande para todos, pois sem estrada trafegável não podem retirar os produtos que cultivam no pequeno pedaço de terra.

“A área é uma reserva extrativista, mas a Sedam já liberou os serviços de recuperação nas estradas das linhas C1 e C2, restando apenas a C3 para ser recuperada. A autorização precisa ser dada de imediato, antes que o inverno aumente de intensidade e o trabalho fique inviável”, disse Maurão.

No local, é produzida muita macaxeira, que abastece ao mercado de Porto Velho. “Vendemos o produto para as feiras livres e mercados da capital, mas sem estrada não podemos escoar a nossa produção”, relatou o presidente da Associação de Produtores Rurais Extrativistas da Linha C3, Gilberto Barbosa, durante encontro com o parlamentar.


COMENTE COM O FACEBOOK


Portalrondonia Comunicações Ltda. E-mail: redacao@portalrondonia.com