Marido de jornalista da Globo é espancado por taxistas ao tentar usar Uber
09/08/2015|  Autor : IG|   Fonte : IG

A perseguição dos taxistas ao aplicativo Uber, que oferece transporte em carro executivo, chegou a um nível crítico: de acordo com um relato publicado por Luciana Machado, jornalista da TV Globo de Minas Gerais, taxistas agrediram seu marido, Marcel Telles, enquanto os dois tentavam entrar em um carro do Uber que haviam solicitado. Marcel sofreu escoriações no rosto e cotovelo, fez exame de corpo delito no IML e agora passa bem. A agressão aconteceu em Belo Horizonte.

Marcel Telles mostra o resultado das agressões de quatro taxistas depois que ele tentou entrar em um carro do Uber
Reprodução/Instagram/@tellesmarcel
Marcel Telles mostra o resultado das agressões de quatro taxistas depois que ele tentou entrar em um carro do Uber

Em relato no Facebook, Luciana Machado conta que depois de uma comemoração de aniversário, ela e o marido chamaram um carro pelo Uber. "Assim que ele chegou, nós entramos e um taxista já tentou impedir que ele desse a partida. Conseguimos sair, mas outros dois taxistas chegaram e cercaram o carro. Nesse momento eu não acreditava que três idiotas estavam ameaçando o motorista, a mim e o Marcel", relata ela, na rede social.

Luciana conta que eles desceram do carro para questionar os taxistas, mas eles começaram a dizer que ela e o marido estavam usando um transporte ilegal. "O que não é verdade", informa ela, no Facebook.

"Assim que ficaram sabendo onde eu trabalhava, piorou. O sangue ferveu, não conseguíamos ir embora e no meio do bate-boca começou a agressão. Imaginem três taxistas contra seu marido! Um segurou o Marcel praticamente com um mata-leão enquanto outros foram para cima dele", relata. 

Leia também: Governador do Distrito Federal veta proibição ao Uber

Luciana conta que um deles disse que só não bateu nela porque ela é mulher. "Uma viatura da PM estava próxima e foi chegando devagar. Os taxistas que antes eram machões dizendo que iam chamar a polícia pra gente (inverteram tudo pra nos intimidar ainda mais), foram entrando no carro e teve um que deu até ré em plena Av. Cristiano Machado", diz ela.

"Ingenuamente e muito nervosa, eu fiz um pedido aos policiais militares que ali chegaram: por favor, nos ajude a sair daqui com segurança. Os militares nem sequer pararam o carro, desceram ou registraram o ocorrido. E, naquela hora, não tínhamos cabeça pra pensar que aquilo também era absurdo".

Veja o vídeo de Marcel, gravado logo em seguida da agressão. No vídeo ele informa que está sendo seguido por um taxista:

 

 

A jornalista da Globo de Minas Gerais conta, em post no Facebook, que depois de se sentirem seguros dentro do carro a caminho de casa, pararam em uma companhia da PM e fizeram registro do boletim de ocorrência. Marcel Telles também fez o exame de corpo delito no IML. 

Luciana conta que se sentiu insegura, violentada, com o direito de ir e vir cerceado. "Vamos procurar nossos direitos. Muitos taxistas estão usando a violência para protestar e estão, cada vez mais, perdendo a razão. Em Brasília, fiquei sabendo de um caso em que um taxista chegou armado para o motorista do Uber e mandou os passageiros dele entrarem no táxi. Um advogado já me informou que isso é sequestro. Basta de violência!", indigna-se ela, na rede social. 

>> Veja o vídeo de Marcel assim que ele chegou em casa, em segurança:

 

"As agressões dos taxistas estão cada vez mais promovendo a ineficácia do serviço e trabalhando a favor do tão temido inimigo Uber", completa.

No Facebook, Marcel conta que recebeu um comunicado de apoio do Uber depois do incidente. "Infelizmente, existem pessoas que acham que podem e devem interferir com seu direito de escolha sobre como se deslocar por Belo Horizonte", postou ele, reproduzindo o comunicado. 

Veja na íntegra o comunicado do Uber que Marcel informou ter recebido: 

"Olá Marcel - sentimos muito pelo acontecido na sua última viagem.

Infelizmente, existem pessoas que acham que podem e devem interferir com seu direito de escolha sobre como se deslocar por Belo Horizonte.

A Uber está totalmente comprometida em continuar disponibilizando através da nossa plataforma um serviço de qualidade para todos nossos usuários. Todos os parceiros-motoristas, a cada dia, também fazem todo o possível para continuar oferecendo um atendimento 5 estrelas.

Estamos certos do que a voz de milhares de cidadãos será ouvida. Por enquanto, continuamos a trabalhar duramente e com muito entusiasmo para melhorar nosso atendimento cada vez mais.

Acabo de reembolsar a tarifa desta viagem e inserir R$50 em créditos na sua conta. Infelizmente isso não vai remediar o transtorno que você teve que passar, nem o tempo perdido.

Agradecemos muito pela sua compreensão. Esperamos que você continue exercendo seu direito de escolha e volte a usar a plataforma Uber em breve.

Um grande abraço,

Equipe Uber BH"

 
notícias relacionadas
fechar ×
social
fechar ×
ver mais antigos
comentários
fechar ×

COMENTE COM O FACEBOOK


Portalrondonia Comunicações Ltda. E-mail: redacao@portalrondonia.com