Redação / Comercial : (69) 9214 6406 / 8406-2270
Publicidade


NOTÍCIAS
DIVIRTA-SE
SERVIÇOS
RONDÔNIA
PORTAIS
BLOGS
FERRAMENTAS

Notícias
Antro de viciados: “Área do Cai N´agua” está se transformando na “cracolândia” de Porto Velho

Data : 25/9/2010

   

Por: WALMIR MIRANDA
“Cai N´agua”    (1)

Moradores, comerciantes, feirantes, pescadores e pessoas de todas as partes da cidade que freqüentam o popular “Porto e Mercado do Cai N´agua” estão indignados e pedindo que os “canais competentes” entrem em ação, enquanto ainda é tempo, para salvar aquela que é uma das áreas mais tradicionais da cidade de Porto Velho, de se tornar totalmente dominada pelos traficantes, vendedores e consumidores de drogas alucinógenas como cocaína, maconha e crack, dentre outras.

“Cai N´agua”      (2)

Para as pessoas de bem que residem nos Bairros: “Triângulo” e “Alto do Bode”, além de uma parte da ex - “Baixa da União”, a situação está se tornando insustentável tamanha à quantidade de viciados e vendedores de drogas que é vista no trecho mais próximo do “Porto e Mercado do Cai N´agua”. A venda de drogas pode ser constatada a qualquer hora do dia. Porém, à noite, a situação fica ainda pior, principalmente, nos instantes em que não se registra a presença da polícia (Militar, Civil ou Federal).

“Cai N´agua”    (3)

Pessoas que pediram para não ser identificadas, por temerem retaliações dos traficantes e viciados disseram que, naquele local, as brigas, roubos, assaltos, esfaqueamentos e até assassinatos são uma constante. Somando-se a isso, a bebedeira que ocorre nos botecos e “quartinhos de tolerância”, que são improvisados em minúsculos casebres, onde prostitutas fazem “programas” por preços que variam de R$ 10,00 a R$ 50,00 ou até por um prato de comida.

“Cai N´agua”   (4)
 
Tudo por causa da venda e consumo de drogas. A situação teria piorado muito depois que o 1º. Distrito Policial, que ficava ao lado do “Mercado do Cai N´agua” mudou de local. Com isso os viciados e vendedores de drogas se imaginam como sendo os “donos do pedaço” e agem com total desrespeito para com as pessoas de bem e, para com as autoridades, já que a menos de quinhentos metros de distância estão órgãos públicos importantes como: o Tribunal Regional Eleitoral, a Receita Federal, parte do Tribunal de Justiça de Rondônia e a sede da Justiça Federal na Capital rondoniense. Mais: não muito longe dali, também está localizado o Palácio Presidente Vargas, sede do governo do Estado.

“Cai N`água”   (5)

As famílias cujos filhos e filhas passam pela “Área do Cai N´agua”, tanto de dia como à noite, para irem aos estabelecimentos de ensino, temem pela segurança dos mesmos, já que as “abordagens” são constantes (por parte dos noiados), que tentam fazer “novos clientes”, ou seja, atrair outros jovens para o “caminho maldito e sem volta” do mundo das drogas alucinógenas. Os noiados mexem com as senhoras casadas além de proferir palavras indecorosas, num flagrante desrespeito às normas de boa conduta que existem para todos aqueles que convivem em sociedade.

“Cai N´agua”   (6)

Esse corolário de desrespeitos aos cidadãos de bem que passam ou vão ao “Porto e/ou ao Mercado do Cai N´agua” apresenta-se como mais um desafio para as nossas autoridades resolverem ou ajudarem a solucionar. Principalmente, em se tratando da polícia, que também está sendo afrontada por um bando de vagabundos e criminosos da pior laia.
O que está ocorrendo, portanto, é algo inconcebível e inaceitável.
Não se pode admitir que traficantes, viciados, assaltantes e ladrões dominem uma área tão tradicional da cidade de Porto Velho, como aquela do “Cai N´agua”, que é freqüentada por milhares de pessoas diariamente, às vinte e quatro horas do dia.

Essa deplorável situação também tem outro ingrediente: a prostituição, que rola solta naquela área da cidade. Inclusive, fomos informados que, menores (garotos e moçoilas) estariam freqüentando o local para fazer “programas” por até R$ 5,00 ou uma “pitadinha” de drogas.

“Cai N´Agua  (7)

É óbvio que, não é só no “Cai N´agua” que existe tais problemas na cidade de Porto Velho. Daí se considerar que, os outros pontos que estão sendo “explorados” por traficantes e os “mulas” sejam igualmente fechados e os responsáveis postos atrás das grades.

Com isso a vida em Porto Velho, certamente ficará muito melhor.
Com resposta as nossas autoridades.
        
                                                            ***
BASE AÉREA DE PORTO VELHO

Uma corporação militar importante como a Base Aérea de Porto Velho não pode jamais deixar de ter o respeito e o reconhecimento da população rondoniense, tamanha a gama de bons serviços que prestado ao Estado e ao nosso País.
Partindo desse princípio, a população não pode se deixar confundir ou se deixar levar por fatos isolados - (embora vergonhosos) – que envolverem alguns integrantes da Base Aérea de Porto Velho. Fatos esses que, via de regra, são cometidos por militares irresponsáveis, que não sabem valorizar a instituição à qual servem. Esquecem, também, que quando cometem algum delito, e este cai no conhecimento do público, através da imprensa, também levam de roldão o nome da instituição e de seus companheiros envergonhando-os injustamente.
Exemplos disso foi o uso da prática de tortura praticada contra um cidadão, acerca de duas semanas atrás, e mais recentemente, o hediondo crime de estupro de uma menor, ocorrido no bairro “Academia de Polícia” na “zona leste”. Na verdade, a menor teria sido “currada” por quatro “deliquentes”, sendo que entre eles, pelo menos dois pertencem à Base Aérea de Porto Velho.
Todos foram presos em flagrante pela Polícia Militar e agora deverão prestar contas à Justiça.
E, não se tem a menor dúvida que os militares da aeronáutica envolvidos no estupro, se comprovada à culpabilidade, poderão ser expulsos da Corporação.    na Av. Rogerio Weber, região central de Porto Velho
A situação é deveras muito deplorável, chata e vergonhosa para com a Base Aérea de Porto Velho e seu corpo de profissionais. Entretanto, ali, sabidamente trabalham pessoas (homens e mulheres) honestas, decentes e cumpridoras de suas responsabilidades. Mais que isso: são pessoas íntegras e competentes.
Na Base Aérea o corpo de oficiais, assim como a maioria dos graduados e praças zelam pela hierarquia e pela disciplina, posto que, estas são as pilastras basilares de toda organização militar, principalmente, em se tratando de entes das Forças Armadas.
Portanto, a sociedade deve manter-se tranqüila em relação à importância e valor da Base Aérea de Porto Velho. Mesmo porque, a instituição Base Aérea, sempre estará acima de fatos isolados cometidos por qualquer de seus membros. E, certamente que os elementos indisciplinados e criminosos serão banidos do seio dessa instituição.      

EXPEDITO JÚNIOR

O ex-senador da República, Expedito Júnior (PSDB) continua atravessando uma verdadeira “via crucis”, na tentativa de se eleger governador de Rondônia e tentar romper o domínio político do ex-governador e candidato ao senado Ivo Cassol (PP) e do atual chefe do executivo rondoniense, e candidato a reeleição João Cahúlla (PPS).

Entretanto, pelo jeito que as coisas estão indo, a tendência é que, Expedito que já teve amplo favoritismo ao pleito majoritário deste ano, ainda vá passar por “muitos solavancos”. Pelo menos até quarta-feira (29), quando se espera que o Supremo Tribunal Federal decida a questão da Ficha Limpa para às eleições deste ano.

Pode-se dizer que, as razões dessa “via crucis” são:

a)    O Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia cassou o seu mandato de senador por abuso de poder econômico (baseando-se na denúncia de compra de votos) nas eleições de 2006. O TRE-RO, também negou provimento aos recursos impetrados pelo candidato do PSDB.

b)    Depois disso, Expedito recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e ali também viu o registro de sua candidatura ser negado, face aquela alta corte judiciária ter entendido que a decisão do TRE-RO foi correta ao cassar-lhe o mandato de senador, apesar de Expedito Júnior tendo tomado posse e sido apeado da cadeira senatorial após quase três anos no exercício do mandato, após um bom trabalho que teve o reconhecimento da população rondoniense.

c)    Por sua vez, o Ministério Público Federal Eleitoral também se manifestou contrário ao provimento dos recursos impetrados pelo tucano, para que este pudesse registrar sua candidatura ao governo de Rondônia, e recomendou a mantença de sua cassação, ou seja, Expedito Júnior caiu na Lei da Ficha Limpa, por já ter sofrido condenação por um colegiado de magistrados, ou seja, sofreu condenação em segunda instância.

d)    Mais recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) arquivou o recurso que Expedito Júnior intentou para, através de liminar, tentar obter o registro de sua candidatura, até que ocorresse o julgamento do mérito (sobre as razões de sua cassação) junto ao próprio Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Entretanto, para o Supremo Tribunal Federal não há o que reconhecer se ainda não se esgotaram as possibilidades recursais junto à referida corte eleitoral. Em assim entendendo, o Supremo Tribunal Federal também manifestou não haver apreciação (julgamento) para a questão de admissibilidade do que lhe foi pleiteado por Expedito Júnior. O recurso, portando, foi arquivado.  

Apesar dessa “Via Crucis”, Expedito Júnior continua lutando para ter sua candidatura autorizada e registrada junto à Justiça Eleitoral rondoniense. Só que o “caminho das pedras” ainda não teria sido encontrado, face às “águas turvas” que estaria atravessando. O reflexo dessa situação, todavia, se faz perceber nos preciosos pontos que vem perdendo, quando a eleição está na sua reta final de chegada. Dura e cruel realidade.
Agora surgem comentários espalhados pelas “carpideiras de plantão” que Expedito Júnior estariam com dificuldades financeiras para tocar sua candidatura, na reta final da campanha, e que em razão disso, alguns de seus comitês teria fechado as portas no interior do Estado.
Entretanto, apesar de todas essas coisas ele continua mostrando suas propostas para a população e dizendo o que fará a partir de 1º. de janeiro de 2011, se eleito for. Isso, sem dúvida, é uma demonstração de muita garra e de quem, certamente, perseguirá o seu objetivo até o último instante. Seus apoiadores o estão aplaudindo por isso, e continuam em campanha, sem arrefecer. 

JOÃO CAHÚLLA

Embora tendo dificuldade para se expressar, o governador João Cahúlla (PPS) continua mostrando suas propostas de trabalho e melhorando sua performance objetivando a reeleição.
Nos debates televisivos, Cahúlla, não tem se destacado pela oratória, mas pela simplicidade e, também, pela calma com que não se deixa irar com as “cacetadas” que os adversários lhe assacam.
Cahúlla está percebendo que os seus adversários continuam cometendo o erro crasso de querer negar o trabalho realizado pelo ex-governador Cassol e por ele, à frente do governo, embora saiba que tem muita coisa por ser feita. Está certíssimo.

Já os candidatos Valverde e Confúcio tem tido discursos parecidíssimos. Até as propostas em muito se assemelham. Um detalhe: Valverde tem estado sarcástico e quase sempre repete: “eu e a companheira Dilma...” Ou então: “com o apoio da Dilma iremos fazer...”      

ATÉ A PRÓXIMA, PREZADOS LEITORES !!!


Compartilhar a notícia :
Facebook  Del.icio.us  Digg  Google Bookmarks

Autor : Walmir Miranda   Fonte : Walmir Miranda
COMENTÁRIOS ENVIADOS PELOS INTERNAUTAS

Nenhum comentário cadastrado ! Comente agora !

Portalrondonia Comunicação Ltda.
  E-mails : redacao@portalrondonia.com / comercial@portalrondonia.com
Telefones redação : (69) 9214-6406 / 8406-2270 / 9955-9460