Redação / Comercial : (69) 9214 6406 / 8406-2270
Publicidade


NOTÍCIAS
DIVIRTA-SE
SERVIÇOS
RONDÔNIA
PORTAIS
BLOGS
FERRAMENTAS

Notícias
JUSTIÇA FEDERAL MANDA EXÉRCITO REINTEGRAR MILITAR GRÁVIDA

Data : 20/9/2010

   

A Justiça Federal, através de decisão liminar assinada pelo magistrado titular da 1ª Vara da Seção Judiciária de Rondônia, Francisco Martins Ferreira, determinou a reintegração da cidadã Adriana Pereira - grávida de sete meses - às fileiras do Exército.
No dia primeiro de março, após aprovação em processo seletivo para o serviço técnico temporário, ela foi incorporada ao quadro militar e designada para prestar serviço junto Hospital de Guarnição de Porto Velho.  Antes de terminar o mês de março, Adriana se submeteu a novos exames médicos, quando foi constatado que estava na sétima semana de gravidez. O fato foi levado ao conhecimento de seus superiores hierárquicos e, após responder sindicância que apurou suposta infração administrativa, ela foi desligada do Exército Brasileiro sob a acusação de ter infringido disposições do edital do processo seletivo, que proibia à candidata apresentar-se grávida para a realização dos exames de aptidão física.
Submetido o caso ao julgamento da Justiça Federal, entendeu liminarmente o juiz Francisco Ferreira que não houve dolo ou má-fé por parte de Adriana e que a gravidez superveniente em nada prejudicou o desempenho dela nas diversas fases do processo seletivo, tampouco durante o período em que prestou serviço na unidade hospitalar do exército. Citando o artigo 6º da Constituição Federal, o magistrado disse, ainda, que a proteção à maternidade é um direito social assegurado de forma explícita no texto constitucional e que a vedação da dispensa da militar gestante de forma arbitrária ou sem justa causa é também uma garantia assegurada pela Carta Magna do país.
Ressaltando que o perigo da demora encontra-se configurado nos graves e irreparáveis prejuízes que podem advir, caso  Adriana permaneça desligada da instituição militar, o juiz federal determinou sua imediata reintegração e o pagamento de toda remuneração a que ela tem direito, desde a data da desincorporação.


Compartilhar a notícia :
Facebook  Del.icio.us  Digg  Google Bookmarks

Autor : Assessoria - JFRO   Fonte : Assessoria - JFRO
COMENTÁRIOS ENVIADOS PELOS INTERNAUTAS

Nenhum comentário cadastrado ! Comente agora !

Portalrondonia Comunicação Ltda.
  E-mails : redacao@portalrondonia.com / comercial@portalrondonia.com
Telefones redação : (69) 9214-6406 / 8406-2270 / 9955-9460