Só um povo muito covarde, ‘sangue de barata’ e frouxo para deixar um bando corruptos lhe tirar todos os direitos... - Portalrondonia.com - Notícias de Rondônia e do Brasil.

Só um povo muito covarde, ‘sangue de barata’ e frouxo para deixar um bando corruptos lhe tirar todos os direitos...
26 de  abril de 2017 | Autor : ITAMAR FERREIRA | Fonte : ITAMAR FERREIRA



RETICÊNCIAS POLÍCAS  -  Por Itamar Ferreira*

 



... é espantosa a passividade do povo brasileiro diante das escandalosas delações que envolveram quase toda classe política, além de amplos setores da sociedade. A falta de reação, o silêncio sepulcral do bater de panelas, o sumiço das manifestações dos “contra a corrupção”, formada por manipulados pela Globo, vestidos de camisetas amarelas da seleção, é um caso pra sociologia mundial estudar em laboratório.

Seremos um povo passivo e covarde? Como no ditado popular com “sangue de barata”? O brasileiro é mesmo um frouxo, incapaz de defender seus direitos e de condenar as gerações futuras ao retrocesso de uma sociedade escravocrata, com exploração desenfreada e seus idosos condenados a ser indigentes?

É um absurdo a nossa omissão generalizada, do povo e dos trabalhadores, diante do desavergonhado ataque promovido pelos corruptos do governo Temer e do Congresso Nacional que estão simplesmente exterminando direitos previdenciários, trabalhistas e, ainda, tiveram a desfaçatez de aprovar uma terceirização engavetada desde 1998. Abomináveis violências contra os trabalhadores e o povo.

Essas três medidas: reformas previdenciária, trabalhista e a terceirização vão impor aos brasileiros condições análogas ao trabalho escravo, sem direitos, sem garantias, sendo que no futuro milhões de pessoas que nas condições atuais teriam direito à aposentadoria serão simplesmente indigentes.

Praticamente tudo será terceirizado, salários rebaixados, longas jornadas, redução de direitos, empresas contratantes não terão responsabilidade solidária ou subsidiária com os direitos e rescisões trabalhistas, sindicatos pelegos que nunca fazem uma assembleia poderão negociar/vender qualquer direito previsto em lei.

A Lei Áurea, que aboliu a escravidão, está sendo revogada por Temer e os congressistas larápios e quadrilheiros do Congresso Nacional. Um bando de vendilhões, caloteiros do INSS e citados na Lava Jato (inclusive de Rondônia) vão, tranquilamente, retirar todos os principais direitos e garantias do povo e dos trabalhadores.

Já passou da hora dos brasileiros reagirem. Esse Congresso Nacional não pode aprovar impunimente esses absurdos. Vamos escrachar deputados, deputadas e senadores em praça pública, ruas, aeroportos, aviões e em frente às suas casas. Vamos fazer manifestações e protestos. Vamos, se necessário, ocupar a casa do povo, para ver se eles têm coragem de votar essas sandices encarando o povo brasileiro.

Agora, no dia 28 de abril, uma sexta-feira, terá uma GREVE GERAL convocada pelo movimento sindical e social, igrejas e entidades da sociedade. Vamos parar o transporte coletivo, os bancos, o comércio, a indústria e o campo. Esses políticos salafrários só entendem a linguagem do povo na rua. Garanta, ao menos, a sua participação!

Veja um excelente exemplo de como funciona as coisas com esses parlamentares vendilhões: no último dia 18 de abril os policiais fizeram um forte protesto no Congresso Nacional, a reação da polícia legislativa provocou um quebra-quebra e quando foi a noite o relator da previdência REDUZIU EM 5 ANOS a idade mínima para aposentadoria dos policias. A categoria dos policiais apontou o caminho, vamos “pra cima” desses parlamentares ladrões, também, de direitos.

* Itamar Ferreira é bancário sindicalista, formado em administração de empresas e pós-graduado em metodologia do ensino pela UNIR e formando em Direito na FARO.



Portalrondonia Comunicações Ltda. E-mail: redacao@portalrondonia.com