É possível mudar de cidade, estado ou país para ser feliz?

Sabe a sensação de querer mudar de cidade? De país? Saiba que muitas pessoas sentem o mesmo desejo que você. É normal esta vontade surgir quando se quer mudar de vida – seja por uma boa oportunidade de negócio, por ter visto em algum filme uma imagem paradisíaca ou até mesmo quando uma outra pessoa vive longe e a vontade de estar com ela é maior.

Essa sim é uma grande mudança (literalmente) de vida e o Life Coaching será fundamental para esta transição.  Afinal de contas, estamos falando de mudança de hábitos, costumes alimentares, novas pessoas, novos sotaques – ou nova língua – e uma nova carreira!

A Master Coach, Bianca Caselato, escuta muito por parte das pessoas esta ânsia de mudar a sua realidade saindo para outra localidade, mas falta coragem de deixar familiares:

“Este detalhe é o que mais pesa no momento da decisão de mudar. E não é apenas isso. As pessoas encontram diversas outras travas como a falta de dinheiro e a escola das crianças, por exemplo, e acabam reprimindo este desejo. Por isso todo o processo de coaching precisa se bem feito, para descobrir qual o sentido desta mudança.”

Mudança de local precisa antes de uma mudança pessoal

Caselato explica que esta vontade tem diversas origens, podendo ser um sonho de vida ou uma fuga de algum problema. E se descobrir antes de botar o pé na estrada é a chave para não entrar em uma situação equivocada:

“Se a sementinha de tudo for para escapar de algo e não estiver com tudo resolvido antes, os problemas vão te seguir. A análise precisa ser feita com bastante carinho para evitar mudanças de locais que não vão mudar a vida em si. Isso apenas transfere os problemas de endereço.”

Para a especialista, se a pessoa identificou durante o processo de coaching que essa mudança faz sentido de verdade, é o momento de preciso traçar um plano para que haja a mudança de forma segura e sem atropelos:

“Nunca acontece e de uma hora para outra e o coaching mostra que não dá para sair se aventurando, é necessário fortalecer essa ideia, fazer a pessoa ter condições de seguir o que ela quer no período que for apropriado para ela.”

Tudo planejado no mínimos detalhes

Claro que cada caso é único, e Bianca Caselato afirma que todos precisam estar atentos com alguns pontos em comum:

– Como está  o planejamento financeiro

– Cuidar do self support, ou seja, deixar laços familiares bem resolvidos e evitar sofrimentos extremos com esta  mudança

– Conversar com amigos e conhecidos sobre esta nova guinada

 

“Basicamente é organizar a vida, mas para tanto a pessoa precisa estar com total certeza do que quer fazer. Não estamos falando em mudar de bairro na mesma cidade, mas sim em buscar qualidade de vida. Quando tudo estiver 100% certo com ela mesma, o destino final desta pessoa será um encontro consigo não importando onde ela esteja.” completa Caselato.

%d blogueiros gostam disto:

Add URL