Concurso SEFIN/RO: último dia do prazo para 62 vagas

A Secretaria de Estado de Finanças do Estado de Rondônia (SEFIN/RO) encerrará nesta segunda-feira (4) o prazo de inscrição do concurso público destinado ao provimento de 62 vagas, sendo seis reservadas a pessoas com deficiência. Haverá, ainda, formação de cadastro reserva para eventuais oportunidades.
As ofertas estão distribuídas entre os cargos de auditor fiscal de tributos estaduais (30 vagas), técnico tributário (30) e contador (2), cujos respectivos salários iniciais são de R$ 17.385,22, R$ 7.832,98 e R$ 2.227. Interessados devem possuir nível superior.
As inscrições do concurso da SEFIN/RO devem ser realizadas no endereço eletrônico da Fundação Getúlio Vargas (www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/sefin-ro), empresa responsável pela execução do processo seletivo.
Os valores da taxa de participação são de R$ 65 para a função de contador, R$ 119 para técnico e R$ 190 para auditor. O pagamento do boleto bancário deverá ser efetuado até a data limite de 5 de dezembro, observado o horário de funcionamento do banco.

Avaliação do concurso da SEFIN/RO

Todos os inscritos no concurso da SEFIN/RO serão avaliados por meio de uma única etapa: prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela será composta por questões de múltipla escolha sobre conhecimentos gerais e específicos.

Ads

Maratona SEFIN-RO: Análise do edital com dicas importantes!

Transmissão online e gratuita para ajudar na preparação dos que realmente desejam passar. SEFIN-RO. Confira! 


A prova será aplicada no dia 14 de janeiro nas cidades de Porto Velho, Ji-Paraná, Cacoal, Guajará-Mirim e Vilhena. As informações sobre os horários e locais de realização do exame serão divulgadas no site da Fundação Getúlio Vargas, a partir do dia 8 desse mesmo mês.

Atribuições dos cargos da SEFIN/RO

Auditor fiscal de tributos estaduais – programar e executar atividades de natureza complexa e qualificada de fiscalização da tributação e arrecadação de tributos estaduais; orientar a elaboração de normas relativas a fiscalização e tributação previstas na legislação tributária, executando-as; fiscalizar estabelecimentos comerciais, industriais, extratores, produtores e prestadores de serviços, onde se efetuem operações de produção, extração, industrialização e comercialização, bem como prestações de serviços sujeitos aos tributos estaduais; examinar escritas contábeis e fiscais, bem como todo e qualquer documento necessário a implementação da ação fiscalizadora; executar outras tarefas.
Técnico tributário – análise de processos administrativos e tributários; cobrança, análise e controle da arrecadação de tributos estaduais; manutenção e atualização dos registros de controle de arrecadação; coleta de dados, compilação estatística e informação da arrecadação; prestar informações, examinar e sanear processo administrativo tributário, no âmbito de sua competência; participar de comissões especiais, inclusive nos processos administrativos disciplinares em que técnico tributário for o envolvido; entre outras.
Contador – planejar o sistema de registro e operações, atendendo as necessidades administrativas e as exigências legais, para possibilitar o controle contábil e orçamentário; supervisionar os trabalhos de compatibilização dos documentos, analisando-os e orientando seu processamento, para assegurar a observação do plano de contas adotado; inspecionar regularmente a escrituração dos livros comerciais e fiscais verificando se os registros efetuados correspondem aos documentos que lhes deram origem, para fazer cumprir as exigências legais e administrativas; controlar e participar dos trabalhos de análise e conciliação de contas, conferindo os saldos apresentados, localizando e eliminando os possíveis erros, para assegurar a correção das operações contábeis; entre outras.
%d blogueiros gostam disto:

Add URL